Gostou? Então vote!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Instituto de Joinville transforma lixo em materiais para construção

Todo lixo eletrônico que chega ao Instituto Dual, em Joinville, e materiais apreendidos pela Receita Federal, como CDs piratas e brinquedos, estão sendo transformados em mourões (estacas) e até meios-fios.
— Bolsas, sapatos, peças de carro, metais, papelão. Todo tipo de lixo é triturado e depois submetido a uma temperatura de 250ºC na extrusora que nós adaptamos —, explica o presidente do instituto e engenheiro mecânico responsável pelo projeto, Marcos Stolf.
O programa intitulado Re-Ciclo é resultado de uma parceria entre o instituto – que é uma organização da sociedade civil de interesse público (Oscip) – e a Receita Federal, que doou R$ 152 mil para a compra das máquinas.
— Até hoje, precisávamos gastar para providenciar a destruição de todo o material apreendido em Joinville e região, que normalmente é encaminhado para outras cidades onde o material é triturado por tratores e depositado em aterros —, diz o delegado adjunto da Receita Federal, Marcondes Witt.
— Como nosso trabalho tem um caráter social, pretendemos empregar a mão de obra de egressos do sistema prisional oferecendo oportunidade de ingresso no mercado de trabalho —, antecipa Stolf.
Ideia original
O processo, segundo Stolf, é inédito no Brasil.
— Só no Japão existe algo semelhante —, diz.
O instituto começou o projeto no início do ano, sem muita base para pesquisa, e o resultado é um produto de alta resistência, que pode substituir o concreto a custo muito baixo.
De acordo com Stolf, por enquanto, o instituto está trabalhando em caráter experimental, mas a produção em série na unidade, que tem capacidade para beneficiar 100 kg/h de material, deve começar em 2012. A perspectiva é também aumentar a capacidade de beneficiamento.
— Solicitamos uma doação de produtos da Receita Federal para fazer um bazar, para angariar recursos e comprar outras duas máquinas. A venda dos produtos fabricados também será empregada na compra de equipamentos —, afirma Stolf. Segundo ele, com investimento de R$ 1,4 milhão seria possível aumentar a capacidade de produção em cinco vezes.
— Estamos fechando parcerias, inclusive com a Receita Federal de outros municípios, prefeituras e empresas interessadas, como a GM, por exemplo. Até porque as empresas, por lei, são corresponsáveis pela destinação correta dos resíduos —, diz Stolf.
Atualmente, o instituto recebe, em média, nove toneladas de lixo eletrônico por mês. A sede do Instituto Dual fica na rua Brigada Lopes, 153, e funciona 24 horas. A entidade aceita todo tipo de lixo eletrônico para reaproveitar ou reciclar. Informações pelo (47) 3029-0090 ou no site www.institutodual.org.br.

Reportagem: Mariana Pereira (A Notícia)

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Ong adquire Kombi para projeto Coleta de Metalizados

Foto: Cristiano Schmitz
A Ong Impacto Social adquiriu nesta quarta-feira uma Kombi, ano 1996, que será usada para os trabalhos de frete no projeto Coleta de Embalagens Metalizadas. Este projeto precisava de um veículo maior para transportar os sacos das embalagens das associações de separadores para os Correios. Até então o transporte era feito com carro particular, custeado com combustível também particular.
A compra foi possível graças ao edital para projetos ambientais 2011, da Fundema, a qual a Ong foi contemplada.
Veja mais fotos dela em nosso perfil no Fabebook.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Crianças influenciam famílias na proteção ambiental

Foto: Na Lata
Onde quer que estejam, crianças são bombardeadas por mensagens de preservação ambiental. Elas decoram a cartilha verde e lideram a adoção de novos hábitos.

É um exército mirim em formação. A patrulhinha economiza água, separa o lixo e chama a atenção de quem não segue regras ecologicamente corretas. Uma graça.
O problema é que a missão "salvar o planeta" é pesada demais para a pouca idade.
"Algumas informações estão muito distantes da capacidade cognitiva de crianças", diz Adriana Braga, bióloga e professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de São Paulo.
"Escolas já me procuraram porque os alunos estavam em pânico, sem dormir, diziam que ia pegar fogo na Terra e a água ia invadir a casa deles", afirma Braga, que integra grupo de pesquisa em educação ambiental.
"Se para adultos enfrentar desafios ambientais já dá sensação de impotência, imagine para a criança."
Menores de sete anos não têm total noção de tempo e espaço. Não entendem onde ficam as áreas litorâneas que poderiam ser alagadas, por exemplo. "Absorvem alguns conceitos, mas não tudo", afirma a professora.
Mas as crianças levam a sério seu papel de guardiões do planeta e convocam pais e irmãos para a luta.

Mariana Petrosink controla tempo de banho do irmão; acima, ela brinca com cartões telefônicos que recolhe na rua Mariana Petrosink da Costa, 5, cobra responsabilidade verde do irmão mais velho e controla até o tempo que ele fica no banho. "Ela chama a atenção do irmão de 16 anos", diz a mãe, a autônoma Kátia Petrosink da Costa, 44.
Depois que Mariana começou a frequentar a escola, há dois anos, a família mudou seus hábitos. Antes, só reciclavam óleo. Agora separam também garrafas e plásticos. A menina pede que escovem os dentes com a torneira fechada -ela mesma usa uma caneca para fazer bochechos.
Mariana também recolhe cartões telefônicos jogados na rua. Inventou uma brincadeira: repete "olhou para o chão, achou um cartão" sempre que pega mais um.
"Vivo com a bolsa cheia de papéis de bala, ela não joga nada fora e pede para eu guardar", conta a mãe.
Mariana estuda na zona leste, numa chamada "escola verde" da rede municipal paulistana, com projetos de conscientização ambiental. A menina chega em casa contando tudo o que ouviu lá.
"A criança reproduz na família o que incorporou na escola; ela tem força em casa, tem ascendência sobre a família, funciona como um fiscalzinho", diz a professora da UFRJ e mestre em educação Tania Zagury.

Maria Eduarda Arb Comparato, 6, faz sua própria seleção de recicláveis. Tem uma "caixa de criatividade", onde guarda embalagens vazias. Usa o material para inventar brinquedos. "Com um pote de glitter vazio fiz um chocalho sozinha", afirma.

A menina já levou 22 tubos do interior do rolo de papel higiênico à escola, para que cada colega fizesse um bonequinho com aquilo, conta a mãe, a psicóloga Luciana Arb Comparato, 36.
Em casa, Maria Eduarda chama a atenção do culpado, se nota desperdício de água. "Precisa economizar, senão as árvores morrem e a gente fica sem ar e morre também."
Depois de visitar com a escola uma exposição sobre água, fez questão de que os pais e o irmão menor fossem também, para aprender sobre a importância dos mananciais.
"Ela é muito antenada com isso, mas acho que lida de forma saudável", diz a mãe.
A educadora Tania Zagury afirma que é essencial mostrar aos pequenos que há saídas. "Se a criança se mostrar muito preocupada, cabe aos pais passar tranquilidade, conversar e tirar todas as dúvidas do filho."
Em duas faixas de idade as crianças se mostram mais suscetíveis a medos e pesadelos. Primeiro, aos dois anos, quando ainda têm uma visão fantasiosa do mundo. Depois, aos sete, quando começam a compreender a realidade e ficam preocupadas com situações concretas.

Para a professora Adriana Braga, uma forma de despertar a consciência ambiental dos pequenos é trabalhar valores como o respeito à vida e o cuidado com os outros.
"Ensinar que o brinquedo da escola é de todo mundo, por isso deve ser bem cuidado, que a sala de aula deve ficar limpa, porque será usada por outra turma, são maneiras de passar conceitos sobre a responsabilidade com o espaço coletivo, a essência da questão ambiental", diz. Segundo ela, as crianças recebem excesso de informações e às vezes só repetem o que ouvem, sem consciência.
A professora conta que, conversando com um grupo de alunos, todos disseram que não se devia jogar lixo pela janela do carro. Ao questionar o porquê, ouviu: "Porque a natureza fica brava", "Deus fica triste" e até "Se ninguém estiver olhando, não tem problema".
As mensagens ecológicas estão por toda a parte, mas é na escola que as principais noções de consciência ambiental são passadas.
O tema é encaixado em projetos de todas as disciplinas e séries. "Às vezes os professores não têm consciência, só reproduzem o conteúdo porque há a pressão para trabalhá-lo", diz Braga.
As irmãs Carolina, 5, e Amanda, 9, ajudam a separar o lixo em casa. Elas lavam os potes vazios e jogam na lixeira com separador de recicláveis. "Quando a professora perguntou o que faziam pelo ambiente, a mais nova disse que ia à escola de carona porque polui menos", conta a odontopediatra Adriana Ziemer Moreira, 40, a mãe, que se reveza com outras para levar as meninas.
As irmãs também dizem não brincar no banho, para não gastar água. "Elas não têm paranoia, mas é bom pensar no futuro", diz a mãe.
Um estudo na Inglaterra mostrou que 82% das crianças de 7 a 14 anos acham mais importante aprender sobre questões ambientais do que ter aulas de ciência, história e tecnologia da informação.
Das entrevistadas, 64% afirmaram ter influência sobre os pais com relação ao meio ambiente. Em outra etapa, feita com pais de crianças na mesma faixa etária, a pesquisa confirmou que elas mudam os hábitos familiares: seis em cada dez pais afirmaram que seus filhos os influenciam a ser mais "ecológicos".
A pesquisa foi feita pelo grupo inglês Co-Operative, que tem um programa educacional de escolas verdes. Ouviu 1.027 crianças e 1.002 adultos. O interesse dos mais novos pelo tema revela que a geração anterior é mais mal informada: metade dos pais admitiu dificuldades para responder às perguntas dos filhos sobre o tema.

FONTE: Folha

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Governo determina redução de sódio em alimentos industrializados


Foto: Google Imagens

O Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou nesta terça-feira (13) a redução gradual dos nível de sódio em alguns alimentos que são produzidos e industrializados. O documento estabelece a redução gradual especialmente nos alimentos que tem como consumo principal as crianças e os jovens, como bolachas e salgadinhos. O sódio é utilizado para dar mais sabor ou ainda conservar os produtos.

Com a nova determinação, 16 categorias de alimentos deveram reduzir o nível de sódio em sua composição. São eles: o pão francês, biscoitos doces e salgados, batata palha, batata fita congelada, maionese e salgadinhos a base de milho. A redução deverá ser informada no rótulo dos produtos e na tabela nutricional. Assim, a indústria e o Ministério da saúde poderão controlar os níveis do composto e ainda enviar o produto para análise.

A redução deve acontecer integralmente até 2014. O consumo excessivo de sódio está ligado ao aumento da pressão arterial e também na retenção de líquidos que ocasionam o inchaço.

Para aplicar o pacto, o Ministério aplicou uma pesquisa para conhecer quem são os principais consumidores destes produtos. O jovens aparecem como grupo principal, consumindo os produtos todos os dias. No site do Ministério é possível conhecer a lista completa do limite por alimento.

Fonte: Notíciasbr

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Cerimônia de repasse para Associações de Separadores de Lixo de Jlle é hoje

Logo mais, às 18h30, na Sociedade Alvorada, acontece a cerimônia de repasse de verba para 3 Associações de Separadores de Lixo de Joinville: a Recipar, a Assecrejo I e a Cooperanti. Cerca de R$4,5 mil serão entregues conforme o número de vendas de embalagens metalizadas feitas desde abril deste ano.
Esta troca é parte do projeto da Ong Impacto Social, chamado "Projeto Coleta de Embalagens Metalizadas", que compreende a venda de todas aquelas com um lado de metal (salgadinhos, bombons, bolachas, etc.). Até então tudo era jogado no aterro sanitário porque não havia quem explorasse este material comercialmente.
Com cinco meses de atuação em Joinville, o projeto já separou mais de duas toneladas de metalizados e vendeu para os respectivos fabricantes, rendendo lucro para as associações que fazem a separação.
Já foram confirmadas as presenças de algumas autoridades municipais, como o prefeito, Carlito Merss, além da secretária da Assistência Social, Rosemeri Costa , do presidente da CIA Águas de Joinville, Luiz Alberto de Souza e alguns secretários regionais.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Governo Federal lança programa de combate ao crack

Foto:  Roberto Stuckert Filho/PR
O governo Dilma lançou nesta quarta-feira um programa que promete ser eficiente no combate ao crack em todo o país. Com o lema: "Crack, é possível vencer", o programa passa por três eixos, totalizando um investimento de R$4 bilhões.
O primeiro eixo, batizado de "cuidado", promete montar verdadeiros consultórios de rua, com médicos e psiquiatras que avaliarão a internação do viciado. Esta internação poderá ser consentida (quando o paciente concorda com a internação), involuntária (quando trata-se de menores de idade ou contra a vontade do paciente) ou compulsória (quando a justiça determina a internação). O contingente de residentes em psiquiatria nos hospitais públicos deve aumentar 82% , totalizando 304 novas vagas para residência e mais de 1600 teleconsultores, que atenderão pelo número 132.
O segundo eixo foi batizado de "autoridade" e promete capacitar policiais a enfrentar o tráfico de drogas em todo o Brasil. Identificando os métodos e locais de tráfico, a equipe estaria autorizada a tomar os pontos e pacificar a situação, prendendo traficantes e protegendo as fronteiras brasileiras, evitando assim que as drogas venham de fora.
O terceiro eixo, a "prevenção", prevê o investimento em escolas, onde em 4 anos, 2,8 milhões de alunos deverão ser conscientizados sobre os riscos do vício, tanto pela pessoa que usa drogas quanto para os que estiverem no mesmo círculo social.
De uma forma geral, tanto o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, quanto a presidente Dilma Rousseff, concordam que o crack tornou-se epidemia nacional e deve existir, portanto, uma política pública de combate e prevenção a este mal. Para tanto, deverá ser investido em parcerias, ampliação à rede de atendimento dos Centros de Referência Psicossociais (Caps) e os leitos para atendimento exclusivo aos viciados em drogas e álcool.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Ong produz vídeos para campanha de jornal


A equipe da Ong Impacto Social gravou, na tarde de sábado (03/12), dois vídeos de cunho ambiental, que serão usados pelo Jornal A Notícia em uma campanha para o início de 2012.
"O que você faz para ajudar o mundo em que vive?" foi a pergunta que norteou este trabalho. A Ong, por ter forte apelo ao desenvolvimento sustentável, produziu um vídeo com depoimentos dos integrantes e outro contendo uma paródia musical. Além de ser a oportunidade de a comunidade conhecer quem é a Ong, este trabalho também servirá de incentivo, com ideias novas para as pessoas seguirem no dia a dia.
A equipe do Jornal A Notícia vai juntar mais vídeos produzidos pela comunidade e colocar tudo em um "mosaico" na capa do jornal (www.an.com.br). Lá, o internauta poderá clicar sobre qualquer ícone, assistindo assim o vídeo produzido com a mesma questão: "O que fazer para mudar o mundo".


segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Desastre de Fukushima ainda deixa marcas

Foto: Google Imagens
Depois de autoridades japonesas afirmarem que as consequências do desastre de Fukushima estavam controladas, um novo desastre ambiental foi registrado neste domingo. Cerca de 45 toneladas de água contaminada com Césio vazaram no mar, por meio de uma calha. Ainda no domingo uma equipe colocou barreiras, mas não foi possível conter todo o vazamento.
As autoridades agora informaram que medidas deverão ser tomadas para reverter a situação em, no máximo, duas semanas. Porém não informaram o que será feito.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Que tal enfeitar sua casa com produtos recicláveis?

O natal é a época em que as pessoas enfeitam suas casas das mais variadas formas. Tem enfeite como guirlandas e pinheiros dos mais variados tipos para agradar gostos e bolsos. Pensando nisso a Ong Impacto Social produziu alguns efeites, feitos em sua grande parte com materiais recicláveis. No caso das guirlandas, por exemplo, foi utilizado cipó para fazer a base e pinhas caídas no chão. Bastou passar um retoque com tinta spray na cor prata.
O valor sugerido será revertido para as atividades da Ong, como nosso projeto Coleta de Embalagens Metalizadas e o Lar Amor Solidário (veja nosso site e saiba mais sobre estes projetos: www.ongimpactosocial.org).
Tudo é feito artesanalmente. Para encomentar uma destas belezas recicláveis, que servirão para outros natais, entre em contato com o telefone: 3433 2783.
Preço: R$ 40
FOTO: Elaine Teodoro

Preço: R$ 30
FOTO: Elaine Teodoro

Preço: R$ 40
FOTO: Elaine Teodoro

Preço: R$ 40
FOTO: Elaine Teodoro

Preço: R$ 40
FOTO: Elaine Teodoro

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Aprenda a controlar a quantidade de sal ingerida diariamente

O assunto do programa Bem Estar, da Rede Globo, nesta quarta-feira, falou dos perigos da ingestão exagerada de sal. Ele está presente em vários alimentos, muitas vezes até naquelas massas prontas. Durante a preparação, é comum adicionarmos mais sal, sobretudo nos temperos. A quantidade ideal de ingestão diária, segundo especialistas, é de 5 mg ou uma colher de chá. Porém, o consumo médio chega a 12 mg/dia.
Para evitar doenças relacionadas ao consumo excessivo de sal, como hipertensão e doenças renais, a dica é seguir os conselhos:


terça-feira, 29 de novembro de 2011

Ong promove evento para as Associações de Separadores de Lixo de Joinville

Foto: Leandro Schmitz
A Ong Impacto Social vai fazer um grande evento, no dia 9 de dezembro, às 18h, na Sociedade Alvorada, em Joinville. Será celebrado o primeiro repasse de verba obtida com a venda das embalagens metalizadas, feita desde junho deste ano. Até o momento, já foram contabilizados cerca de R$ 4,5 mil e quem comprou todo este material foi uma empresa de São Paulo, formada por vários fabricantes de bolachas, salgadinhos e a maioria dos produtos que contém embalagem com uma parte metalizada.
O projeto, em andamento na cidade há cinco meses, já evitou que mais de duas toneladas deste tipo de lixo fosse parar do aterro sanitário municipal. De acordo com a presidente da Ong, Sandra Regina Sievert, o objetivo sempre foi a preservação ambiental: “É maravilhoso preservar o aterro sanitário, que tem uma curta vida útil e, ao mesmo tempo, poder aumentar a renda das associações de separadores”.
Em pouco tempo, a embalagem metalizada tornou-se o produto que mais rende às três associações participantes: Recipar, Cooperanti e Assecrejo I. É como explica Loreni Rabel, presidente da Recipar: “O peso deste material é menor, mas rende um valor maior. Então esse projeto veio em boa hora, pois nós conseguimos juntar um fundo para a Associação e com isso vamos fazer melhorias na nossa infraestrutura”.
No próximo ano, outras associações devem ser incluídas da logística do projeto. A partir de dezembro, a Ong Impacto Social terá seu próprio veículo exclusivo: uma Kombi. Até então, o transporte dos metalizados até os Correios era feito com carros de passeio dos integrantes da Ong. Depois de vencer o edital de projetos ambientais da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema), no valor de R$ 15mil, a equipe técnica da Ong terá condições de comprar este veículo, que facilitará muito a execução e ampliação do projeto na cidade, pois as associações ficam distantes umas das outras.
No próximo dia 9, devem estar presentes o prefeito da maior cidade de Santa Catarina, Carlito Merss, alguns secretários regionais e também municipais. Além das autoridades, são esperadas cerca de 180 pessoas, entre separadores de lixo e seus familiares, que vão conferir de perto o recebimento da quantia, fruto do trabalho que só tende a aumentar no decorrer de 2012.
Estão investindo neste evento: LJ Contabilidade, Laboratório Werner, Buhler, Brilville, Placas Norte e Lanchonete do Zezinho II. O apoio é do Rotary Clube e Sociedade Esportiva e Recreativa Alvorada.

O que: Repasse da quantia em dinheiro do Projeto Coleta de Metalizados
Quando: 9 de dezembro, às 18h
Onde: Sociedade Esportiva e Recreativa Alvorada (rua Iririú, nº 1073 – bairro Iririú)

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Equipe da Ong vai participar de projeto de vídeo do jornal A Notícia

A equipe da Ong Impacto Social recebeu o convite de participar do projeto de vídeo que o jornal A Notícia está preparando para as comemorações do ano novo. Segundo o projeto, cada participante deverá gravar um depoimento rápido sobre o que faz no dia a dia para melhorar o mundo em que vive. Os depoimentos podem ser gravados até com celulares, a intenção é dar total liberdade ao internauta contar como ele faz a diferença para melhorar o mundo.
O projeto é direcionado a qualquer cidadão que queira participar. Os vídeos serão colocados em um "mosaico" de rostos na capa do site do A Notícia, e ficará lá por um tempo, até que o maior número de pessoas veja,  se inspire no que viu e procure mudar também, de alguma forma, o mundo. Para melhor, é claro.
No caso da equipe da Ong, vamos formar um pequeno grupo e dizer como a Ong está atuando para melhorar o mundo, tornando-o mais feliz, mais humano, mais preservado. Quando o vídeo for enviado para a equipe do A Notícia, no início de dezembro, postaremos aqui para você dar uma olhada em primeira mão.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Senado federal aprova lei anti fumo para todo o país

Foto: Google Imagens
O Senado aprovou nesta terça-feira uma lei anti fumo que deve entrar em vigor em todo o Brasil em breve. O texto altera os artigos 2 e 3 da Lei 9.294/1996, que proibia o fumo em locais fechados, mas permitia fumódromos. Agora a nova lei proíbe até os fumódromos em locais fechados, sejam eles públicos ou privados. Para valer oficialmente, a nova regra precisa ser regulamentada pelo Governo Federal, ainda sem data para acontecer.
As principais mudanças na nova lei:

  • Extinção de fumódromos em locais fechados em todo o país;
  • Restrição à propaganda de cigarro, seja nos pontos de venda ou na mídia;
  • A partir de janeiro de 2016, a parte da frente dos maços de cigarro devem conter avisos alertando os malefícios do fumo, tomando 30% do espaço em questão;
  • A alíquota do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) do cigarro ficou taxada em 300%, devendo aumentar os preços já no ano que vem em 20% e 55% em 2015.
Alguns estados e municípios brasileiros já têm leis restringindo o uso do cigarro em locais fechados. Joinville é um exemplo, desde o início deste ano, de forma efetiva. A Ong Impacto Social também tem um projeto para combater o vício do cigarro. Para saber mais, acesse nosso site: http://www.ongimpactosocial.org/deixe_de_fumar.html

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Samsung lança lâmpadas LED que prometem longa duração e baixo consumo

Foto: Google Imagens
A fabricante de produtos eletrônicos Samsung lançou, nesta semana nos EUA, um novo produto: lâmpadas LED. A grande promessa é a duração maior e consumo mais baixo por causa do emissor de luz: o LED. Só para ter uma ideia, uma lâmpada deste tipo consome apenas 1/3 do que uma de 40W consumiria. Muitos produtos com LED até vêm com dispositivo que usa raios solares para funcionar, sendo amigo do meio ambiente, iluminando de forma sustentável.
Entretanto produtos como este ainda estão com preço alto. A lâmpada em questão está custando de US$17 a US$60.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

MEC divulga lista das 70 faculdades com pior desempenho em avaliação

Foto: Google Imagens
O Ministério da Educação divulgou hoje a lista das 70 faculdades com o pior desempenho em avaliação nacional. O Índice Geral de Cursos (IGC) apontou desempenho insatisfatório em faculdades de todo o país, sobretudo em São Paulo, com o maior número.
Já em Santa Catarina, duas unidades do Senai entraram nesta lista, uma em Luzerna e outra em São José. Confira aqui a lista completa.
O MEC deverá punir todas que estiverem nesta listagem, proibindo a inclusão de novos alunos e novos cursos até que o desempenho volte a subir.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Ong realiza oficina de artesanato com idosos no Cenef Joinville

Na tarde desta segunda-feira (21), a equipe da Ong Impacto Social vai realizar uma atividade de artesanato natalino com 20 idosos no Cenef (Centro de Estudos e Orientação à Família). Serão duas horas de atividades, onde os participantes aprenderão a confeccionar guirlandas usando materiais da natureza, como cipó, pinha, além de restos de papeis, papelão e jornal. A ação é gratuita.
"Esta é a oportunidade de o pessoal exercer sua criatividade, afinal todo mundo nesta época enfeita sua casa com detalhes natalinos", avalia a presidente da Ong, Sandra Regina Sievert.
Ao final da oficina de artesanato com materiais recicláveis, cada idoso ganhará um porta trecos feito de papelão. Ele estará recheado com uma surpresa para os idosos.

O que: Oficina natalina com materiais recicláveis
Onde: Cenef (Rua Urussanga, 444 - Bucarein)
Quando: segunda-feira (21), das 15h às 17h

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Ong quer incluir mais um material ao Projeto Coleta de Metalizados

Foto: Google Imagens
O Projeto Coleta de Embalagens Metalizadas, sucesso em Joinville há cinco meses, com mais de duas toneladas de material recolhido, agora deve incluir mais um objeto: os frascos de protetor solar. Mas para efetivar sua inclusão, é preciso fazer um teste. De acordo com a presidente da Ong Impacto Social, Sandra Regina Sievert, as Associações de Separadores de Lixo de Joinville precisam confirmar uma quantidade razoável de frascos para valer a pena a venda: "Eles vão começar a separar agora, já que com a chegada do verão este tipo de produto tende a ser mais usado e descartado".
Sendo assim, a Ong lança o desafio: jogar o frasco usado de protetor solar para a coleta seletiva da cidade. A empresa responsável pela coleta, a Ambiental, deve encaminhar todo este material às Associações parceiras (Cooperanti, Recipar e Assecrejo I e II) para que possam separar e enviar para a Terracycle, em São Paulo, que já recolhe os produtos metalizados.
Se houver uma quantidade razoável e constante de frascos separados, estes serão incluídos ao Projeto e igualmente enviados para a Terracycle, que paga por unidade enviada. A renda, como sempre, é revertida às Associações citadas acima.
Mesmo que o protetor solar acabe quando estiver na praia, a recomendação é guardar para fazer o descarte em Joinville, cidade onde a coleta seletiva da Ambiental trabalha.

O Projeto


Nos primeiros dois meses de projeto, as Associações juntaram cerca de 600kg de embalagens, que foram separadas em sacos menores, uma exigência dos Correios. O selo de envio até São Paulo é bancado pela Terracycle. Segundo a presidente da Ong, o objetivo da Campanha Coleta de Embalagens Metalizadas é evitar que mais materiais sejam descartados no aterro sanitário, que está com pouco tempo de vida útil. Dessa forma, qualquer atitude que vise a reciclagem e o destino alternativo do lixo, é visto com bons olhos. Do contrário, todo o lixo da maior cidade do estado será levado para outra cidade, encarecendo o processo e, consequentemente, a tarifa à população.
No próximo dia 9 de dezembro, às 18h, na Sociedade Alvorada, acontecerá o primeiro repasse da verba obtida com a venda destes metalizados. O valor já ultrapassou R$ 4mil e será bem vindo às Associações parceiras.



quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Tablet indiano que será lançado em dezembro já tem 300 mil reservas

Foto: Google Imagens
O tablet mais barato do mundo já conta com 300 mil reservas na Índia, onde o governo planeja colocar o aparelho no mercado em dezembro por cerca de US$ 60.
Universitários indianos receberam há um mês os primeiros modelos dos tablets, chamados “Aakash” e fabricados pela empresa britânica Datawind, subsidiada pelo governo.
“Não é preciso pagar antecipadamente para reservar um Aakash (céu, em sânscrito). Um operador vai oferecer a possibilidade de pagar pelo aparelho cerca de US$ 2 por mês”, disse o presidente da Datawind, Suneet Singh Tuli, ao jornal local “Times of India”.
Tuli revelou à publicação que, em breve, com a tecnologia que a empresa dispõe, “o acesso à internet poderá ser gratuito”.
Atraídos pelas características do Aakash, o presidente da companhia antecipou que “os governos de outros países como México, Sri Lanka, Egito, Tailândia, Brasil e Bangladesh demonstraram interesse em participar de programas semelhantes ao da Índia”.
O aparelho, com peso de 350 gramas, tem tela sensível ao toque de 7 polegadas, roda o sistema operacional Android 2.2, do Google, e possui conexão wi-fi. O equipamento pode ser usado como livro eletrônico, conta com duas entradas USB e 256 MB de memória RAM.
O G1 entrou em contato com o Ministério da Educação no Brasil, que confirmou que o governo estuda levar tablets aos alunos, com base no programa “Computador para Todos”. Porém, o projeto ainda está em estudo e não há confirmação sobre qual tablet seria usado.
Fonte: G1

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

16 de Novembro - Dia do Não Fumar

Foto: Google Imagens
Você sabia que esta quarta-feira, 16 de novembro, é o Dia do Não Fumar? De acordo com o calendário do Ministério da Saúde, hoje é o dia em que os viciados em nicotina devem combater o vício e deixá-lo. Qualquer medida é válida.
Estima-se que 25 milhões de brasileiros sejam dependentes de cigarro, sem contar outros tipos de fumos, como a maconha. Em muitas cidades existem políticas inibidoras, como não fumar em ambientes fechados (casas noturnas, restaurantes, etc) e de grande circulação de pessoas (terminais urbanos, shoppings, etc). São Paulo foi uma das primeiras a adotar esta medida, causando muita polêmica. Joinville começou a adotar esta lei no início deste ano. Mesmo assim, ainda é possível ver gente fumando em terminais urbanos, pontos de ônibus e em locais de grande circulação, o que é contra a lei. Caso haja alguém desrespeitando-a, entre em contato com o número 156.
Mas o dia de hoje não é apenas para lembrar que existem leis proibindo o uso do cigarro próximo de quem não fuma. O que vale é a consciência de como este vício é prejudicial à saúde, sobretudo de quem inala a fumaça, os chamados "fumantes passivos". Uma pesquisa feita pela Organização Mundial da Saúde aponta que só no Brasil, a cada hora morrem cerca de 10 pessoas por conta de doenças relacionadas ao cigarro.
O tabagismo é considerado doença e como tal exige tratamento. Existem boas práticas e o SUS oferece adesivos que fornecem ao organismo a sensação que o cigarro oferece, só que sem a nicotina.
A Ong Impacto Social também tem uma alternativa para quem deseja parar de fumar. Por meio do Projeto Deixe de Fumar, voltado às empresas, o cidadão pode ter o tratamento completo. Se você, empresário ou comerciante, deseja saber mais sobre este projeto, entre em contato conosco e faça a diferença neste dia e em todos os outros.
Dia de Não Fumar, faça você sua parte!

sábado, 12 de novembro de 2011

A experiência de voar no ATR 72-600 da Azul


Foto: Eberson Teodoro
Depois de um ano operando em Joinville, a Azul investe mais uma vez na cidade, adquirindo 40 aeronaves modelo ATR 72-600, considerado o turboélice mais moderno do mercado. E a Azul é a única empresa aérea a trazer este avião para a América do Sul. O investimento foi de U$$850 milhões e Joinville é uma das cidades onde a Azul opera, com destino a Campinas (SP).
Para comemorar a aquisição, a empresa criou uma ação de marketing, convidando a imprensa, autoridades e agentes de viagens a fazer um vôo panorâmico no entorno das cidades onde possui rota fixa. Joinville foi a última, uma vez que a aeronave em questão começará a transportar oficialmente os passageiros a partir do dia 15.
Em terra, a equipe super atenciosa nos dando detalhes de como seria o passeio, como foi a aquisição dos aviões e como estes eram por dentro. Parados próximos à pista, observamos a chegada dele. Para quem estava acostumado com viagens de avião a jato, esta para mim seria a primeira vez que viajaria em um turboélice, ainda mais tendo a honra de ser um dos primeiros a voar no que existe de mais moderno do gênero. Ao entrar, observei a diferença dos demais aviões que já entrei: poltronas com design arrojado, mais finas e totalmente em couro, espaço diferenciado para revistas, luzes individuais coloridas (inclusive no tom azul), teto rebaixado, desenhos de avisos luminosos mais modernos, além é claro, daquele mesmo cheirinho de novo, de quando entramos em carros zero km.
Todos devidamente sentados e com seus cintos de segurança afivelados, era hora de o novo "brinquedinho" voar pela primeira vez de Joinville, com 70 pessoas a bordo. A tripulação estava bastante à vontade, brincando com os passageiros, muitas vezes quebrando protocolo de procedimentos técnicos, por simplesmente não estarem em um vôo comum. Na decolagem tivemos o pequeno desconforto com relação ao barulho, pois bem ao lado de nossa janela ficava uma das hélices, que para fazer o avião subir contava com o apoio de pequenos jatos de ar, abaixo de cada uma delas.
Observar Joinville lá de cima logo nos primeiros minutos foi maravilhoso. Lembro-me da primeira vez que fiz isto, em 2008. Nossa cidade é linda e com grande potencial turístico. A aeronave partiria em direção a Porto Belo, passando pelo litoral. Cerca de cinco minutos depois, já observávamos Barra Velha e a Havan com sua estátua mais alta da rede. Passamos por Itajaí, Balneário Camboriú e Porto Belo, momento em que o comandante deu uma volta sobre o mar, rumando para a maior cidade de SC.
Logo em seguida foi dado início ao serviço de bordo, com as atenciosas e sorridentes aeromoças. Quem estava do lado direito do avião, agora via apenas a linha do horizonte, lá de cima, enquanto os da parte esquerda observavam as cidades litorâneas à distância. Chegando próximo a Joinville, uma das aeromoças pediu que todos fechassem por um instante as persianas para uma rápida demonstração de iluminação interna, como se estivéssemos em um vôo noturno. Usando de bom humor e um singelo corporativismo, ela foi causando diversas sensações com luzes diretas, indiretas e coloridas. Em um certo momento, com todas as luzes apagadas ela disse: “Gente, pena que o Dj não veio né?”. Todos riram.
O avião deu algumas voltas em torno do aeroporto Lauro Carneiro de Loyola até descer. Antes, fomos informados de que a aeronave passaria por um ritual que todas passam quando operam pela primeira vez: o batismo de água. Assistiríamos tudo de dentro. Foi um pouso tranquilo, sem os barulhos e desconfortos comuns de um avião a jato.
Próximo ao local onde o ATR 72-600 estacionaria, estavam alinhados dois caminhões dos bombeiros da Infraero. Estavam jorrando potentes jatos de água, o suficiente para formar um arco, fazendo com que a água caísse sobre a aeronave.
Quando o avião parou totalmente, aplausos foram dados. Muitos em seguida saíram satisfeitos e com sorrisos nos rostos. Outros, como eu, ficaram para tirar uma última fotografia ali dentro: na cabine de comando. Como podem observar em uma destas fotos, até que levo jeito para a coisa. Se não fosse jornalista, talvez seria piloto de avião.
Agora, a partir desta segunda-feira, a Azul, dona da maior frota de ATR 72-600 da América do Sul, vai operar nos mesmos horários, às 6h20, 10h23 e 19h50 com direção a Campinas. E de lá para cá, às 8h23, 17h55 e às 21h24. A diferença vai ser a aeronave e os preços, porque a empresa também prometeu tarifas competitivas. Mas informações no site: www.voeazul.com.br

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Mostra Ambiental encerra nesta sexta em Joinville

Foto: Eberson Teodoro
A 3ª Mostra de Educação Ambiental, promovida pela Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema) termina nesta sexta-feira, dia 11. Este é mais um evento que a Ong Impacto Social faz parte. Desde segunda-feira, a equipe da Ong atuou focando no público infantil, repassando técnicas de produção de brinquedos reaproveitando materiais recicláveis. Também foi a oportunidade de conscientizar o público sobre o projeto Coleta de Embalagem Metalizada, em prática na cidade há cinco meses.
Se você ainda não passou pela Mostra, pode visitar o estande, que fica na praça de Eventos do Joinville garten Shopping. A Fundema está distribuindo mudas de árvores nativas e frutíferas e está orientando sobre compostagem de lixo.
A Mostra tem o apoio da Companhia Águas de Joinville, Polícia Militar Ambiental, Instituto Rio dos Peixes, Ong Impacto Social, Assessoritec, Univille, Anhanguera, Promotur, Instituto de Pesquisa, Comitê Cubatão Joinville e Shopping Garten Joinville.

Programação desta sexta-feira (11/11):

10h30: Escola Municipal Dom Jaime Câmara - A missão de Alice
11h: Escola Municipal - Salve o planeta terra
19h30: Colégio Elias Moreira - Banda de Pop, Rock, MPB
20h30: Belas Artes - Jazz

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Convites para a cerimônia de de fim de ano começam a ser entregues

A cerimônia de fim de ano, organizada pela Ong Impacto Social, começa a sair do papel. Os convites para secretários municipais, regionais e até para o prefeito de Joinville, Carlito Merss, começaram a ser entregues.
Ela será realizada no dia 9 de dezembro e servirá para duas coisas. A primeira e mais importante é a entrega de uma quantia em dinheiro, na ordem de R$5 mil, às Associações de Separadores de Lixo, envolvidas no nosso projeto Coleta de Embalagem Metalizada. E a segunda é o encerramento oficial das atividades 2011 da Ong.
Na ocasião, serão doadas cestas básicas a todas as famílias dos separadores presentes, como forma de agradecimento pelo trabalho neste projeto.
A cerimônia será na Sociedade Alvorada, às 18 horas. Você, empresário, também pode ajudar a fazer esta festa e anunciar sua marca conosco. Para saber como, entre em contato conosco no telefone 3433 2783.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Isenção de luz para quem tem equipamento de saúde em casa é esclarecida



Foto: Google Imagens

Os ministérios de Minas e Energia e da Saúde esclareceram hoje (9) que a isenção na tarifa de energia elétrica para quem mantém em casa equipamentos de saúde será parcial. Os descontos vão variar de 10% a 65%, dependendo do consumo. A medida consta na portaria interministerial assinada ontem (8) pelos ministros de Minas e Energia, Edison Lobão, e da Saúde, Alexandre Padilha.
Para obter a isenção parcial é preciso estar inscrito no cadastro único do governo federal. Conforme informado pelo ministro da Saúde, a medida irá alcançar pessoas que mantêm permanentemente em casa equipamentos como os de aspiração de secreções e de apoio à respiração.
Conforme determinado pela portaria, quem consome até 30 quilowatts-hora (kWh), por mês, terá desconto de 65% na conta de luz; se o consumo ficar entre 31 kWh e 100 kWh, o desconto será de 40%; e acima de 100 kWh cairá para 10%. Índios e quilombolas que usam até 50 kWh mensais estão isentos de pagamento. Aqueles que consomem de 51kWh a 100 kWh terão 40% de desconto; e de 101 kWh a 220 kWh, 10%.


Fonte: Agência Brasil

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Ong expõe na 3ª Mostra de Educação Ambiental de Joinville

Equipe no estande.
Foto: Eberson Teodoro
Esta segunda-feira foi o primeiro dia de atividades educacionais voltadas à preservação do meio ambiente no Joinville Garten Shopping. A Fundema está promovendo na Praça de Eventos a 3ª Mostra de Educação Ambiental de Joinville e convidou a Ong Impacto Social para ajudar no desenvolvimento de ações voltadas ao tema da Mostra: "Sustentabilidade".
Lá, a equipe da Impacto Social está focando no público infantil, ensinando como reaproveitar materiais que iriam para o lixo, transformando-os em brinquedos. Será também uma oportunidade para divulgar os resultados e ações do maior projeto da Ong em Joinville: o da Coleta de Embalagem Metalizada.
A Mostra segue até sexta-feira, dia 11, das 10h às 22h, mas a equipe da Ong estará no evento a partir das 15h. A entrada é franca!
Confira as fotos do estande no nosso perfil do Facebook: http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002183182257

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Fundamas abre matrículas a partir do dia 7 de novembro


A Fundamas vai abrir matrículas para todos os seus cursos profissionalizantes e um Técnico em Enfermagem a partir desta segunda-feira, dia 7. São centenas de vagas, divididas em mais de 30 opções, abrangendo as áreas da Saúde, Informática, Industrial, Têxtil, Mecânica, Social e Prestação de Serviços. Estas matrículas são referentes ao ano letivo de 2012.

Os interessados devem procurar uma das seis unidades de ensino Fundamas o quanto antes para efetuar a sua matrícula. O diferencial neste ano, segundo explica a Gerente da Unidade de Ensino, Elisabet de Souza Mendes, é a separação de matrícula por área: “Se o aluno quiser fazer um curso de torneiro mecânico ele deve procurar a Fundamas Cesita em uma semana específica, assim conseguiremos organizar melhor as turmas”.

Hoje a Fundamas oferece cursos profissionalizantes e um curso técnico, que é o de Enfermagem. Os cursos têm valores reduzidos e há também diversas oficinas gratuitas em muitas áreas do conhecimento, que são oferecidas, em sua grande maioria, pelas duas unidades Fundamas Casa Brasil.

Para efetuar a matrícula, é preciso ter em mãos:
- CPF (original)
- RG (original)
- Comprovante de Residência atualizado.

Caso o aluno seja menor de idade, é preciso o CPF do responsável. No caso das matrículas para o curso Técnico em Enfermagem, além dos documentos citados, o interessado precisa ter no mínimo 18 anos e ter completado o ensino médio (trazendo o histórico escolar e certificado de conclusão do ensino médio).

Atente para os cursos oferecidos e seus respectivos períodos de inscrição:


Fundamas Cesita (3436 0033)

De 16/11 a 18/11: Área de Informática

Informática, Informática para Melhor Idade, Editoração Gráfica, Auxiliar Administrativo Informatizado.

De 21/11 a 25/11: Área Industrial

Torneiro Mecânico, Comandos e Acionamentos Elétricos, Eletricista Instalador. Desenho Mecânico em AutoCAD. AutoCAD e Inventor 3D.

De 28/11 a 02/12: Área Prestação de Serviço

Mecânica Automotiva – AutoBox, Mecânica Inteligente para Mulheres.

De 28/11 a 02/12: Área Social

Atividades Artísticas


Fundamas Escola Têxtil (3434 1616)

07/11: Área Têxtil

Modelagem I


Fundamas Escola de Saúde (3425 0114)

07/11: Área Saúde

Curso Técnico em Enfermagem



Fundamas Centro XV (3453 2555)

De 07/11 a 11/11: Área Têxtil

Modista Básico, Corte e Costura

De 16/11 a 18/11: Área Informática

Informática

De 21/11 a 25/11: Área Saúde

Cuidador de Idoso, Recepcionista para Serviços de Saúde

De 28/11 a 02/12: Área Social

Atividades Artísticas



Fundamas Cesavi (3427 1828)

De 07/11 a 11/11: Área Informática

Informática, Informática para Melhor Idade

De 16/11 a 18/11: Área Social

Inglês

De 21/11 a 25/11: Área Prestação de Serviço

Manicure, Pedicure e Unhas Artísticas



Fundamas Cespi (3424 1633)

De 07/11 a 11/11: Área Têxtil

Modista Básico, Especialização em Modista, Modista e Costura Industrial (SAS INFRAERO)

De 16/11 a 18/11: Área Informática

Informática, Informática para Melhor Idade

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Ong participa da 3ª Mostra de Educação Ambiental de Joinville

Foto: Google Imagens
A Ong Impacto Social vai participar da 3ª Mostra de Educação Ambiental de Joinville, evento coordenado pela Fundema, e que deve acontecer de 7 a 11 de novembro, no Joinville Garten Shopping. O objetivo da mostra, que neste ano terá o tema "Sustentabilidade", é a promoção da Educação Ambiental, troca de experiências e interatividade entre a sociedade civil, poder público e iniciativa privada, visando divulgar projetos e programas na área socioambiental.
Uma equipe da Impacto Social estará no estande a partir das 15 horas, divulgando o projeto Coleta de Embalagem Metalizada, além de incentivar as crianças a desenvolver brinquedos usando materiais recicláveis. "Vamos trabalhar com elas o conceito de sustentabilidade e preservação ambiental, valorizando a
construção de brinquedos através de oficinas de artes, que andam esquecidas devido aos avanços tecnológicos", adianta a presidente da Ong, Sandra Regina Sievert.

O que: 3ª Mostra de Educação Ambiental de Joinville
Onde: Joinville Garten Shopping
Quando: de 7 a 11 de novembro, das 10h às 22h
Evento aberto ao público





segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Ong realiza palestra no Cenef Joinville

A tarde desta segunda-feira está reservada para uma palestra especial, ministrada pela presidente da Ong Impacto Social, Sandra Regina Sievert. O conteúdo será variado, falando principalmente de meio ambiente e as atitudes diárias que o ser humano deveria ter com o manuseio de lixo. Também será falado da coleta de óleo de cozinha, distribuição de sacolas retornáveis, coleta de pilhas usadas, além de dicas de reaproveitamento de alimentos.
A palestra será ministrada no Cenef (Centro de Estudos e Orientação à Família), que fica na rua Urussanga, nº 444. Sua duração ficará em torno de duas horas e, para melhor aproveitamento, serão aplicadas dinâmicas de grupo.
O evento é gratuito e deve começar às 15h.

O que: Palestra com conteúdo variado
Quando: Nesta segunda-feira, das 15h às 17h
Onde: Cenef (rua Urussanga, nº 444 - Centro)





sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Seja você um apoiador da cerimônia de fim de ano da Ong

Estamos preparando a Cerimônia de Encerramento das atividades 2011 da Ong Impacto Social. É o primeiro ano de atividades desta equipe que chegou para ficar e atuar de verdade na comunidade joinvilense. No próximo dia 9 de dezembro, será feito um evento que servirá para duas finalidades: para marcar o encerramento das atividades da Ong e, principalmente, repassar às Associações de Separadores de Lixo de Joinville a quantia em dinheiro que lhes é cabida. Trata-se de cerca de R$ 5 mil, obtidos com a venda das embalagens metalizadas aos seus respectivos fabricantes, num projeto inédito na cidade, coordenado pela equipe da Impacto Social.
Em quatro meses de projeto, com elogios de várias instituições municipais, sobretudo do Rotary Clube Leste, o qual a Ong faz parte, podemos dizer que tudo valeu a pena. Principalmente por gerar renda a quem colabora para a preservação do meio ambiente.
Você pode ajudar a montar esta festa. Com uma cota de R$ 300 para empresas de diversos portes, será  possível comprar bebidas, salgadinhos, além de ajudar no som e iluminação do evento, que é à parte. Em contrapartida oferecemos diversos materiais gráficos e eletrônicos, onde a marca da empresa aparecerá. As redes sociais e o site da Ong também vão mostrar a marca da empresa apoiadora de forma permanente.
Acreditamos que empresas que investem em propaganda sustentável são vistas com outros olhos pela sociedade consumidora. Caso tenha interesse em saber detalhes de nossa proposta de parceria, entre em contato pelo telefone (47) 3433 2783. Ou ainda acesse nossas redes sociais:
 - Facebook: http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002183182257
 - Twitter: @oimpacto_social

Contamos com você!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Ong Impacto Social é contemplada pelo edital da Fundema

Cartaz do Projeto da Ong, espalhado por alguns
pontos de Joinville
A Ong Impacto Social foi contemplada com R$15 mil, vindos do Edital para Projetos Ambientais 2011, da Fundema. O resultado oficial ainda será divulgado no site da Fundação e da prefeitura, mas os contemplados já foram avisados da conquista. Ao todo, foram escolhidos oito projetos de 5 mil reais; seis de 10 mil; quatro de 15 mil e dois de 20 mil.
A Fundema lançou o Edital de Apoio no segundo semestre deste ano e prorrogou as inscrições até 30 de setembro. Podiam se inscrever, ONG's, OSCIP's, instituições de ensino, cooperativas, associações de moradores e entidades públicas. A temática era "Consumo Consciente, que meio ambiente nós temos? Que meio ambiente nós queremos?". Os projetos inscritos ainda precisavam abordar os eixos: gestão de recursos hídricos; fontes alternativas de energia; gestão de resíduos; preservação e conservação da fauna e da flora; áreas verdes, espaços de convivência, lazer e recreação voltados à educação ambiental.
A Ong Impacto Social cadastrou seu projeto de maior sucesso e que está sendo tocado a pleno vapor há quatro meses: Coleta de Embalagens Metalizadas.
A presidente da Ong, Sandra Regina Sievert, comemorou e disse que com esta verba, o projeto em questão será fortalecido: "Agora teremos condições de dar mais agilidade na logística do projeto, o dinheiro será muito bem aplicado", afirma.
Toda despesa paga com o dinheiro do edital deverá ser auditada e com prestação de contas, prezando sempre a transparência nas ações.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Ong fecha parceria com Fundamas Escola Têxtil

Fundamas Escola Têxtil
 entrega aventais à Ong
FOTO: Divulgação
Uma parceria entre a Ong Impacto Social e a Fundamas Escola Têxtil, localizada no bairro Comasa, melhorou o ambiente de trabalho de três Associações de Separadores de Lixo. A Recipar, a Cooperanti e a da comunidade Rio do Ferro receberam 15 aventais.
O diferencial deste equipamento de proteção individual está na sua matéria prima, feita de banner usado. A lona, que seria jogada fora, teve outro fim. As alunas do curso de Costura Industrial da Fundamas Escola Têxtil modificaram os materiais e os transformaram em belos aventais. É a criatividade a serviço da preservação do meio ambiente. A iniciativa também foi elogiada pelo Rotary Clube Leste, o qual a Ong também faz parte.
Segundo a coordenadora da Fundamas Escola Têxtil, Simone Anderle, esta é uma prática recorrente, pois há outras produções das alunas, como por exemplo, lençois para a Maternidade Darcy Vargas. "No mês passado entregamos 300 peças para a maternidade. Eles doam o tecido e nós entramos com a mão de obra aprendiz", explica.
Para a presidente da Ong Impacto Social, Sandra Regina Sievert, esta é mais uma ação de melhoria em vários aspectos: "Contribuimos para que menos lixo vá parar no aterro sanitário e ajudamos os separadores a ter mais proteção no dia a dia".

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Adolescentes que dormem mal podem virar obesos

Foto: Google Imagens
Ter um sono bem regulado traz muitos benefícios à saúde, entre eles a manutenção da boa forma. Uma pesquisa norte-americana mostrou que, entre os adolescentes, dormir bem tem relação direta com o peso.
O estudo do Centro de Medicina do Sono do Baylor College, em Houston, no estado do Texas, acompanhou 255 adolescentes (108 meninos e 147 meninas). Foram colhidos dados sobre a quantidade de sono diário e também de altura e peso, para o cálculo do índice de massa corporal (IMC).
Na comparação entre os meninos que dormem menos de 7 horas por dia com os que dormem mais que isso, o IMC dos que dormem menos foi 3,8% maior. A mesma comparação levou a uma diferença ainda maior entre as meninas: 4,7%.
A causa disso está relacionada a dois hormônios que regulam as sensações de fome e saciedade: a grelina e a leptina. “Quando você não dorme o suficiente, os níveis de leptina cai, o que quer dizer que você não fica satisfeito quando come. A falta de sono também aumenta os níveis de grelina, o que estimula o apetite, te faz querer comer mais”, afirma Radha Rao, coautora da pesquisa.
Lata Casturi, outra autora do estudo, ressalta outros pontos em que o sono faz bem a saúde. “Quando adolescentes não dormem o suficiente, eles dormem na aula, têm problemas de concentração, ficam estressados, adoecem mais e não cumprem seus deveres por que estão cansados”, aponta.
“O sono promove crescimento em crianças e adolescentes e fortalece os sistemas nervoso e imunológico. Portanto, privação de sono no começo da vida pode levar os jovens a sofrer riscos irreversíveis para o resto da vida”, acrescenta Anita Rao, outra coautora do estudo.
O trabalho foi apresentado no encontro anual do Colégio Americano de Médicos de Tronco.

Fonte: G1

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Fundamas Escola de Saúde abre matrículas

Foto: Google Imagens
A Fundamas Escola de Saúde vai abrir, a partir de novembro, matrículas para os cursos de Cuidador de Idoso, Recepcionista para Serviços de Saúde e para o Técnico em Enfermagem. O setor da saúde é um dos que mais estão aquecidos no mercado brasileiro e, como muitos, sente a carência de mão de obra qualificada.
A Fundamas traz o diferencial, por ser uma instituição pública a oferecer esta qualificação, com preços simbólicos, aliados à qualidade de ensino.
Os cursos de Cuidador de Idoso e Recepcionista para Serviços de Saúde vão oferecer 25 vagas cada um, com 80 horas/aula respectivamente. Também chamados de “Cursos Livres”, são semestrais. As matrículas poderão ser feitas na própria escola, que fica na rua Rui Barbosa, 495, bairro Costa e Silva. Mais informações, ligue: 3425 0114.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Definida a data para o repasse da venda dos metalizados em Joinville

A data da festa que vai marcar o primeiro repasse da venda de embalagens metalizadas às associações de catadores de Joinville já foi definida. Será no dia 9 de dezembro, a partir das 19h, na Sociedade Alvorada, no Saguaçú.
Serão quatro associações que receberão a quantia em dinheiro, repassada pela Terracycle, empresa de São Paulo que abriga as maiores fabricantes de salgadinhos, bolachas, chocolates e todos os produtos que contém embalagens metalizadas. Até o momento, já foram contabilizados R$4mil vendidos, sendo que mais de 1,5 tonelada deste tipo de material deixou de ir para o aterro sanitário da maior cidade do estado, recebendo assim o destino correto. Este projeto, criado pela Ong, gera impacto positivo ao meio ambiente e também às associações participantes, pois esta renda será totalmente revertida a elas, melhorando seus ganhos.
O momento da festa também servirá como oportunidade de relatar aos presentes todas as atividades da Ong Impacto Social durante seu primeiro ano de vida em Joinville. Devem comparecer autoridades como secretários regionais, secretários municipais, além de representantes do Poder Executivo e Legislativo da cidade.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Sal pode aumentar a capacidade de armazenamento de HD's

Foto: Google Imagens
Cientistas de Cingapura descobriram uma nova técnica, capaz de aumentar a capacidade de armazenamento em discos rígidos, também conhecidos como HD's. Uma substância bem comum de se encontrar, o sal de cozinha, pode ser um grande aliado nesse feito.
Uma gravação normal em um HD deixa marcas delineadas por onde passou o dado gravado. Segundo os pesquisadores, estas linhas não podiam ser idenficadas ao certo, pois apareciam "borradas". O objetivo do experimento era usar estas marcas e mudá-las de lugar, alterando a capacidade de armazenamento de um disco. De acordo com os testes, o sal de cozinha realizou esta ação. "É como arrumar as malas de viagem de um jeito diferente para caber mais coisas", afirmam eles.
Este novo método de armazenamento de bits deve ser adotado pela indústria a partir de 2016, acreditam os pesquisadores da Universidade Nacional de Cingapura.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Novo tipo de hidroginástica auxilia no combate à osteoporose

Fonte: Google Imagens
Pesquisadoras da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) apresentaram na última semana um estudo sobre uma forma diferente de hidroginástica. Batizada de HidrOS, ela combina exercícios de força, resistência e equilíbrio, que mostraram bons resultados para prevenir danos ligados à osteoporose.
A prática da hidroginástica oferece baixo risco de lesões. Mas estudos sobre o impacto da hidroginástica convencional sobre a osteoporose são pouco conclusivos, além de não levarem em conta a incidência de quedas.
Na osteoporose, ocorre a uma perda de cálcio dos ossos. Com isso, qualquer queda traz risco de fraturas graves --daí a importância de exercícios que fortaleçam o osso e melhorem o equilíbrio.
Na pesquisa da Unifesp, dois grupos de 44 mulheres na menopausa foram comparados antes e depois de um período de seis meses. O grupo controle não fez atividades físicas regulares. O outro fez uma hora de exercícios na piscina, três vezes por semana. Ambos os grupos receberam suplemento de cálcio e vitamina D.
A HidrOS é uma hidroginástica de alta intensidade. Consiste em movimentos "mais rápidos e mais intensos em menos tempo, só usando a resistência da água ao próprio corpo", explica Linda Moreira Pfrimer, coordenadora do estudo.
O segredo, diz ela, é pouca repetição e muita carga, ou seja, máxima velocidade de movimentos na água, o que fortalece ossos e músculos.
Não houve mudança no grupo controle. Já o grupo que fez a HidrOS apresentou aumento na força do quadril, nos músculos da coluna e na preensão manual.
Antes, 40 mulheres tiveram quedas. Depois de meio ano se exercitando, só dez caíram. "Idoso não precisa de exercício de repetição. Precisa de carga em tempos curtos, que gere força para melhorar o equilíbrio e fortalecer o osso", diz Pfrimer.

Fonte: Folha

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Primeiro repasse dos metalizados será feito em dezembro

Embalagens metalizadas recolhidas.
Foto: Leandro Schmitz
O primeiro lucro com a venda das embalagens metalizadas, fruto do trabalho das Associações de Catadores de Joinville por meio do projeto Coleta de Embalagens Metalizadas, da Ong Impacto Social, será repassado em dezembro. O dinheiro será pago pela empresa Terracycle, com sede em São Paulo, que já contabiliza cerca de R$4mil.
Para comemorar o sucesso deste projeto na maior cidade do estado, está sendo programado um evento para o fim do ano, que também vai servir como meio de entrega da quantia às associações envolvidas. O local será a Sociedade Alvorada. Já a data ainda não foi definida, mas a equipe da Ong quer que autoridades compareçam, como prova da seriedade desta ação em prol do meio ambiente e da economia sustentável. Neste sábado, a Ong deve se reunir para definir os detalhes deste evento. Aguardem mais informações em breve.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Labirinto Ecológico foi a grande atração na Festa das Crianças do Alvorada

Equipe da RIC TV no Labirinto.
Foto: Elaine Teodoro
A Festa das Crianças, realizada na tarde de ontem (11) na Sociedade Alvorada, reuniu cerca de 500 crianças acompanhadas de seus pais ou parentes. Durante toda a tarde houve distribuição de cachorro quente, algodão doce, pipoca e muito refrigerante. Pernas de pau e palhaços ajudaram a abrilhantar a festa.
Mas a grande atração ficou por conta do Labritinto Ecológico, brinquedo inédito em Santa Catarina, e que a Ong Impacto Social trouxe para a festa. Um conjunto de paineis, emprestados pela Arqmidia Stand, formou um grande labirinto, por onde um grupo de crianças entrava e descobria como economizar água no dia a dia, aprendia a atravessar a rua na faixa, aprendia mais sobre animais domésticos, sobre poluição sonora, sobre desmatamento e também sobre reciclagem, dengue e os caramujos africanos.
Cerca de 400 crianças passaram pelo Labirinto. A equipe da Ong atuou como monitores, explicando todos os passos às crianças. Segundo a presidente da Ong, Sandra Regina Sievert, esta foi mais uma ação para mostrar os objetivos da equipe Impacto Social: "Aos poucos vamos fazendo a diferença na comunidade e oportunidades como esta reforçam nosso compromisso".
Agradecimentos especiais aos apoiadores deste evento:

- Sociedade Alvorada
- Rotary Clube Leste
- Arqmídia Paineis
- Ong Projeto Vira Lata
- Vigilância Sanitária em Saúde
- Cerest
- Auto Escola Água Viva
- Fundema
- Ong Água e Cidade
- Companhia Águas de Joinville
- Auto Pista Litoral Sul
- Dry Dream
- Qualiville
- X-Log

sábado, 8 de outubro de 2011

Festa das Crianças no Supermercado Doca reuniu cerca de 400 pessoas

Corrida Ecológica. Foto: Eberson Teodoro
A Festa do Dia das Crianças, organizada pelo Supermercado Doca e Ong Impacto Social, reuniu cerca de 400 pessoas na tarde deste sábado (8), no pátio do mercado, na zona sul da cidade. O evento começou por volta das 13h e finalizou pelas 17h.
Muitas atrações aconteceram simultaneamente. A Ong Impacto Social apresentou duas peças teatrais, uma falando sobre bullying e outra falando sobre tentação ecológica, o que pode preservar ou destruir o meio ambiente. As crianças interagiram com a presença de atores vestidos de "Amiguinho ruim" e "Amiguinho bom".
Houve distribuição de doces, pipoca, refrigerante, além de diversos brinquedos. Um deles foi a "Corrida Ecológica", um brinquedo exclusivo da Ong Impacto Social, que divertiu de maneira educativa a garotada. Algumas instituições também marcaram presença como a Companhia Águas de Joinville, que na ocasião estava reforçando a maneira correta de armazenar o óleo de fritura, e a Ong Vira Lata, que aproveitou o momento para divulgar suas ações na proteção dos animais. Um dos cachorrinhos que foram levados pela Ong Vira Lata, acabou participando da peça teatral "Tentação Ecológica", como o cãozinho que estava prestes a ser maltratado, mas "graças ao amiguinho bom esse fato evitado".
A diretora do Supermercado Doca, Jessuy Borges comemorou o sucesso do evento e comentou que a comunidade sempre agradece festas como esta: "Mesmo tirando o estacionamento do nosso pátio, tivemos a certeza de que a comunidade sempre aprova, pois muitos voltam para agradecer o envolvimento de seus filhos".
Para a presidente da Ong Impacto Social, Sandra Regina Sievert, ações como esta reforçam o compromisso da equipe da Ong com a comunidade: "Surgimos com a intenção de causar um impacto bom na vida das pessoas e, aos poucos, estamos conseguindo isto".
Na próxima terça-feira, a Ong estará envolvida com mais uma festa para as crianças. Desta vez será na Sociedade Alvorada, a partir das 14 horas. A festa também é aberta ao público e uma das atrações mais esperadas será o "Labirinto Ecológico", brinquedo inédito em Santa Catarina que a Ong traz para a cidade.

Para conferir as fotos do evento deste sábado, confira nosso álbum no Facebook: http://www.facebook.com/media/set/?set=a.176482325767872.45972.100002183182257&type=3&saved#!/media/set/?set=a.176482325767872.45972.100002183182257&type=1

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Câmara dos Deputados aprova meia entrada para jovens

Foto: Google Imagens
Um projeto que estava parado havia sete anos foi aprovado nesta quarta-feira pela Câmara dos Deputados, em Brasília. O documento segue agora para o Senado.
Depois de muitas discussões e polêmicas, a proposta considera jovens todos aqueles que estiverem na faixa etária entre 15 a 29 anos. Eles seriam beneficiados com a meia entrada para shows e atividades culturais, inclusive jogos de futebol. Segundo os relatores do projeto, a Copa de 2014, realizada no Brasil, terá o benefício para este grupo, que soma mais de 50 milhões no país.
Se aprovado, o documento também prevê a meia passagem interestadual e intermunicipal. Seria uma medida de ajuda aos estudantes. Para tornar isso realidade, o projeto aponta subsídios fiscais.
A mesma proposta ainda fala de temas envolvendo a sexualidade em conteúdos escolares, porém com algumas ressalvas sugeridas pela bancada evangélica. Uma delas é que este conteúdo seja passado "respeitando as diferenças de crenças e culturas".

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Dia 11 tem festa das Crianças no Alvorada

O dia 11, terça-feira, véspera de feriado, reserva muitas coisas boas para a criançada. A Ong Impacto Social, juntamente com o Rotary Clube Leste e o Alvorada, vai realizar a tradicional festa das Crianças. O evento vai contar com diversas atrações, como o Labirinto Ecológico, um brinquedo inédito em Santa Catarina. Trata-se de um labirinto onde a criança aprende a preservar o meio ambiente brincando. Além do labirinto, haverá muita brincadeira, palhaços e distribuição de guloseimas, refrigerante e cachorro quente.
Outras entidades também estão apoiando este evento, como a Fundema e a Ong Água e Cidade.

O que: Festa das Crianças no Alvorada
Onde: Sociedade Esportiva e Recreativa Alvorada (rua Iririú, 1073, Saguaçú)
Quando: 11/10/2011 (terça-feira), das 14h às 18h
Entrada Franca

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Novo presidente da Fundamas toma posse oficialmente

Prefeito concede boton oficial
 ao novo presidente.
FOTO: Leandro Schmitz
Durante o encontro mensal de capacitação dos professores da Fundamas, realizado na manhã desta quinta-feira (29), o novo presidente da instituição, Ademir Negherbon, foi empossado oficialmente pelo prefeito, Carlito Merss.

A cerimônia foi realizada na Fundamas Escola de Saúde, no bairro Costa e Silva e contou com a presença de todos os colaboradores da Fundação, autoridades como o presidente da Companhia Águas de Joinville, Luiz Alberto de Souza, o Secretário da Habitação, Alsione Gomes de Oliveira Filho e o Secretário de Planejamento, Eduardo Dalbosco. Outras autoridades também foram prestigiar a posse, como alguns presidentes de sindicatos laborais e patronais e o vereador do PDT, James Schroeder.

O ex-presidente da Fundamas, Rogelio Luetke, também esteve presente e discursou sobre sua gestão, de dois anos. "Sinto-me honrado em ter trabalhado neste cargo, pois reestruturamos a Fundamas e hoje podemos dizer que ela é uma rede de ensino municipal", ressaltou. Já o prefeito Carlito Merss deu boas vindas ao novo presidente e lembrou que um dos compromissos do seu governo é com a educação de qualidade para todos: "Sabemos que esta é uma tarefa árdua, mas nossa missão é garantir o ensino e dar continuidade ao trabalho de melhoria que está sendo feito". O atual presidente, Ademir, apontou o Projovem como o novo grande investimento para a Fundamas e, consequentemente, para Joinville: "O Projovem vai garantir que a Fundamas esteja apta a receber investimentos do governo federal em prol da qualificação".

O encontro também serviu como capacitação dos professores da instituição. Todos os meses o grupo se reune para receber atualizações, de modo a manter os alunos antenados com as novidades do mercado. Na ocasião, toda a equipe Fundamas teve a oportunidade de conhecer os detalhes de como vai funcionar o Projovem e de que maneira vai ser implantado pela Fundamas, a partir do ano que vem.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Parceria entre supermercado e Ong vai realizar uma super festa para as Crianças

Mercado onde a festa será realizada.
Foto: Google Imagens
A equipe do Doca Supermercado, na zona sul de Joinville, e a Ong Impacto Social estão acertando os últimos detalhes para a realização de uma grande festa para as crianças, no dia 8 de outubro. O evento deve começar às 13h, no pátio do supermercado e terminará por volta das 17h.
O Doca fechou parceria com fornecedores, que distribuirão para a criançada: pipoca, refrigerante, sorvete, guloseimas, etc. Haverá atrações também para os pais, que estarão no dia acompanhando os filhos, além da tradicional cama elástica e muitos outros brinquedos.
A Ong vai realizar duas peças teatrais: uma falando sobre Bullying e outra sobre Consumo Consciente de Água. Serão peças rápidas e educativas, voltadas tanto para o público infantil quando ao adulto. No local também serão vendidas lembrancinhas e brinquedos, feitos a partir de material reciclável. Os preços serão simbólicos. Outra atividade educacional que a Ong vai aplicar no dia é o "Corredor Ecológico". Um jogo ambiental educativo e divertido, que vai ensinar a criança a proteger o meio ambiente.
A empresa Dry Dream, que trabalha com lavação de carro sem uso de água, também estará presente, fazendo demonstrações desta tecnologia ambientalmente responsável.

Serviço:

O que: Festa das Crianças no Mercado Doca
Onde: Pátio do Mercado Doca (rua Santa Catarina, 3865 - Floresta)
Quando: 8 de outubro, sábado, às 13h
Entrada Gratuita

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Projeto Lar Amor Solidário já tem interessados para apoio

Dona Marlene, mãe do Lar.
Foto: Leandro Schmitz
O projeto abraçado pela Ong Impacto Social, "Lar Amor Solidário", já tem uma interessada para colocá-lo em prática. Trata-se da Smart Consultoria, uma empresa Júnior, que fica dentro da Udesc. Lá os próprios alunos prestam consultoria em engenharia de produção e aplicam um projeto social por ano. Suas atividades valem como experiência para carreira.
Segundo o gerente da ação, Heitor Cremonez, as informações sobre o projeto foram repassadas nesta terça-feira aos seis membros que vão atuar diretamente no Lar Amor Solidário. A intenção é aplicar o 5S e uma pequena reforma estrutural na casa que abriga cerca de 30 crianças e adolescentes, na zona leste da cidade. Os detalhes ainda precisam ser colocados em um papel e a equipe acredita que tudo estará concluído até o dia 4 de novembro.
"Não temos dinheiro para fazer o que pretendemos, mas já estamos buscando apoio da RBS TV para buscar patrocinadores", explica Heitor. Até o dia 4 de novembro, a equipe da Smart Consultoria pretende ter os patrocinadores suficientes para realizar a ação ainda neste ano.
Quer saber mais sobre o projeto Lar Amor Solidário? Acesse nosso site: http://www.ongimpactosocial.org/projetos.html

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Agentes Comunitários Ambientais percorrem bairros de Joinville

Funil usado no armazenamento de óleo.
Foto: Google Imagens
Uma iniciativa da Fundema, com o apoio da Companhia Águas de Joinville, está inovando quando o assunto é meio ambiente na maior cidade do estado. Um projeto inédito, coordenado pela Fundamas, está levando 52 agentes comunitários ambientais a nove bairros (Costa e Silva, Morro do Meio, Paranaguamirim, Jd. Sofia, Jd. Paraíso, Aventureiro, Profipo, Vila Nova e Espinheiros). O programa começou suas atividades em julho deste ano e a meta é visitar 50 mil domicílios até novembro.
Os agentes visitam as casas, fazem uma rápida pesquisa e aplicam verdadeiros treinamentos junto aos moradores. Noções de separação de lixo, descarte correto do óleo de cozinha usado, consumo consciente e compostagem são algumas das dicas passadas. Ao final, cada morador participante ganha um certificado de adesão ao programa e também um funil, fornecido pela prefeitura, para uso diário, no armazenamento do óleo de fritura.
Cerca de R$380 mil são investidos nesta ação, que pretende coletar mais dados sobre as residências de Joinville e sua relação com o meio ambiente.