Gostou? Então vote!

quinta-feira, 31 de maio de 2012

31 de maio: Dia Mundial sem Tabaco

Foto: Google Imagens
Nesta quinta-feira, último dia de maio, é comemorado o Dia Mundial sem Tabaco. Mais que uma conscientização sobre os malefícios do cigarro para a saúde humana, este dia serve também como uma reflexão sobre o lixo que este vício produz. Afinal, para onde vão as bitucas de cigarro? Elas se decompõem em quanto tempo na natureza? Se para o ser humano faz mal, para o meio ambiente é tanto quanto nocivo.

Em Joinville existe, desde 2010, a Lei 6.775, que proíbe o uso de cigarros, charutos e  afins em locais fechados de grande circulação. Entretanto esta medida não fez diminuir seu uso. Ainda é comum ver muitos restos de cigarro descartados pelo chão, sobretudo em locais próximos a pontos de ônibus, praças e parques.


Ao entrar em contato com a água, as substâncias que compõem o cigarro, como o arsênio, por exemplo, podem atingir lençóis freáticos ou até mesmo permanecerem armazenadas nas superfícies de plantas e animais. De acordo com estudos biológicos, duas bitucas são suficientes para contaminar o equivalente a um litro de esgoto.

O tempo que leva para cada uma delas se decompor na natureza é de cinco anos. Assim, mesmo que não entrem em contato com os recursos hídricos, os contaminantes podem atingir o solo ou prejudicar animais, que acabam se alimentando do material.

Portanto neste dia e nos seguintes, se não conseguir parar de fumar, ao menos tome uma atitude mais ambiental no dia a dia: descarte suas bitucas de cigarro somente em lixeiras.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Quarta-feira é o Dia do Desafio

Todos os anos, no dia 30 de maio, a população do mundo todo é instigada a praticar algum exercício físico por pelo menos 15 minutos. É o Dia do Desafio, que acontece desde 1995 e envolve uma saudável competição entre cidades, estados e países.

Atitudes simples como ir ao trabalho de bicicleta ou a pé, alongar-se ou dar uma caminhada estendida no fim do dia fazem parte deste Dia do Desafio.

Em Joinville, diversas atividades estão sendo programadas para hoje. Confira as opções:

 PROGRAMAÇÃO:


Hora – Evento - Local

0h - Ginástica Laboral - SESI Empresas
8h – Abertura - Parque da Cidade
9h - Caminhada Ecológica - Parque da Cidade
10h - Atividades Recreativas - SESC
10h - Apresentação Escola - Parque da Cidade
10h30 - Aulão de Dança Acadêmicos da Univille - Parque da Cidade
11h - Dança Sênior - Parque da Cidade
14h - Aulão de Alongamento - SESC
14h - Aulão de Alongamento - Parque da Cidade
14h30 – Lambaeróbica - Parque da Cidade
15h - Estúdio de Dança Dois pra Lá, Dois pra Cá - Parque da Cidade
15h30 - Apresentação Escola - Parque da Cidade
16h - Apresentação Melhor Idade FELEJ - Parque da Cidade
16h30 - Apresentação Hip Hop - Parque da Cidade
17h - Artes Marciais - Parque da Cidade
18h - Banda Fairans - Parque da Cidade
18h - Monitoria nas quadras - Parque da Cidade
19h - Apresentação Capoeira - Parque da Cidade
20h - Banda Hip Hop (a definir) - Parque da Cidade

terça-feira, 29 de maio de 2012

Número de leitores brasileiros cai 9% em quatro anos


Foto: Google Imagens

Você tem o hábito da leitura? Aprecia bons livros? Qual o seu preferido? Na literatura brasileira encontramos bons títulos de romance, ação, ficção, não-ficção e até mesmo os livros acadêmicos.

No entanto, uma recente pesquisa feita pela Fundação Pró-Livro e pelo Ibope Inteligência, revelou que de 2007 para 2011 caiu o número de leitores brasileiros de 95,6 milhões para 88,2 milhões. A pesquisa foi feita em 315 cidades de todos os cantos do país, entrevistando 5.012 pessoas. Os entrevistadores classificam como leitores quem leu pelo menos um livro nos três meses anteriores à pesquisa. O resultado de 88,2 milhões de leitores corresponde a 50% da população total de brasileiros com 5 anos ou mais (178 milhões).

Na vida corrida da atualidade está cada vez mais difícil separar tempo entre vida social, trabalho, estudos e a casa, sobretudo para as mães e chefes de família. Por isso, o Blog Impacto Social Notícias separou dez dicas especiais que vão lhe ajudar a encarar algumas páginas do livro de sua preferência. É fácil, é só começar.

Para acessar as dicas clique aqui.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Semana do Meio Ambiente terá diversas atrações em Joinville


Foto: Google Imagens

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado no dia 5 de junho, mas em Joinville o período de comemoração será estendido. A partir desta terça-feira (29/05), quem passar pelo Shopping Mueller irá conferir uma série de atrações que a Fundema (Fundação Municipal do Meio Ambiente) está preparando. Alguns bairros da cidade também receberão atividades alusivas ao Meio Ambiente.

O principal foco será a conscientização sobre a redução no consumo, o uso de sacolas retornáveis e o destino dos resíduos, provenientes do uso humano. O programa "Adote uma Árvore" será feito nos bairros. A programação seguirá até o dia 5 de junho, incluindo palestras e workshops, como o seminário sobre emergências ambientais. A fiscalização de cargas perigosas, trabalhos de recomposição de áreas degradas por produtos e o Plano de Emergência de Cargas e Produtos Perigosos da Serra Dona Francisca serão os temas abordados. O workshop acontecerá na Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina
(Amunesc), das 8 às 17 horas.

Confira a programação completa da Semana do Meio Ambiente em Joinville:


O quê: Caminho ecológico
Data: 29/05 a 05/06
Horário: das 10 às 22 horas
Local: Praça de eventos do Shopping Mueller.

O quê: Seminário de emergências ambientais
Data: 29/05/12 (terça-feira)
Horário: 8 Às 17 horas
Local: Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina

O quê: Semana do Meio Ambiente
Data: 29/05/12 (terça-feira)
Horário: 10 às 13 horas
Local: Rua Sebastião de Borba, ao lado da Igreja da Comunidade São
Francisco de Assis – Bairro Espinheiros

O quê: Semana do Meio Ambiente
Data: 30/05/12 (quarta-feira)
Horário: 10 às 13 horas
Local: Associação de Moradores, rua Guaporé P. Rouche, ao lado Praça
Otavio Redivo - Bairro São Marcos

O quê: Semana do Meio Ambiente
Data: 31/05/12 (quinta-feira)
Horário: 10 às 13 horas
Local: Rua São Clemente, s/n, em frente ao CEI Pedro Paulo Hings Colin -
Bairro Itinga

O quê: Semana do Meio Ambiente
Data: 1º/06/12 (sexta-feira)
Horário: 10 às 13 horas
Local: Praça Caetano Silveira, rua Olavo Bilac - Bairro Pirabeiraba

O quê: Semana do Meio Ambiente
Data: 02/06/12 (sábado)
Horário: 10 às 13 horas
Local: Parque da Cidade, setor Sambaqui, em frente à rotatória da Ponte do
Trabalhador - Bairro Guanabara

O quê: Semana do Meio Ambiente
Data: 03/06/12 (domingo)
Horário: 10 às 13 horas
Local: Rotatória do Adhemar Garcia, na esquina das ruas Jarivatuba e
Alvino Hansen - Bairro Adhemar Garcia

O quê: Semana do Meio Ambiente
Data: 04/06/12 (segunda-feira)
Horário: 10 às 13 horas
Local: Terreno da Paróquia São Domingos Sávio, rua Plutão - Bairro Jardim
Paraíso

O quê: Semana do Meio Ambiente
Data: 05/06/12 (terça-feira)
Horário: 10 às 15 horas
Local: Praça Nereu Ramos, rua do Príncipe - Bairro Centro

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Joinville será representada na Rio+20

A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que será realizada de 13 a 22 de junho de 2012 no Rio de Janeiro, terá representação joinvilense. Além do prefeito, Carlito Merss e do presidente da Fundema, Eli Voltolini, uma equipe da Escola Municipal Ada Sant'anna, localizada no bairro Paranaguamirim estará lá. Um grande painel de 100m², pintado exclusivamente pelos alunos com o apoio dos artistas Paulo Lindner e Ana Beatriz Raposo, ficará exposto durante a Conferência.

Quem também participará da Conferência será Daniela Lima, bióloga e autora do Blog Consciência com Ciência.

Será uma grande oportunidade de trocar ideias e ações para a construção de um mundo mais sustentável.

Este Blog irá acompanhar as discussões da Rio+20 e opinar sobre as determinações que surgirem a partir delas.


quinta-feira, 24 de maio de 2012

Nova calculadora pode medir o impacto ambiental nos recursos hídricos de uma região


Não basta avaliar apenas a quantidade de água disponível em uma determinada área para avaliar os recursos hídricos locais. Gestores de recursos hídricos e planejadores urbanos também precisam levar em consideração o impacto das atividades humanas sobre os recursos hídricos, e foi pensando nisso que a empresa Veolia Water criou uma ferramenta nova na web, capaz de calcular a pegada de água de maneira mais precisa.

A calculadora de Índice de Impacto da Água (WIIX), diferencia-se da maioria das calculadoras baseadas apenas no volume de água pois também leva em consideração variáveis como a qualidade da água e fatores de estresse sobre os recursos hídricos, que dão uma imagem muito mais clara do impacto humano no local de recursos hídricos.

“A calculadora WIIX é útil para qualquer pessoa que queira tornar  um processo ou sistema de uso de água e/ou geração de esgoto mais sustentável e eficiente. Isso se aplica tanto para os municípios quanto para a indústria. Usando a calculadora, os tomadores de decisão podem avaliar melhor o impacto sobre os recursos hídricos locais e tomar medidas para minimizá-lo enquanto poupam dinheiro. ” – Ed Pinero, chefe de sustentabilidade da Veolia Water América do Norte.

Com a calculadora WIIX, os usuários podem utilizar dados específicos de seus municípios ou intalações e dos  recursos hídricos , incluindo as retiradas de água, a quantidade de água liberada, os produtos químicos utilizados, a quantidade de lixo produzida e a energia consumida no processo, e, em seguida, gerar um relatório indicando onde os impactos mais significativos para o os recursos hídricos ocorrem ou virão a acontecer.

De acordo com a empresa, quando os resultados da calculadora são usados em conjunto com um relatório de análise de custos, os indivíduos ou grupos responsáveis pela tomada de decisão podem, então, determinar quais atualizações do sistema ou mudanças no processo terá o maior retorno sobre o investimento e o impacto mais positivo sobre o recurso água local.

Para uma dada atividade, o cálculo da WIIX utiliza a seguinte fórmula:

WaterImpactIndex = Σi (Wi x Qi x WSII)-Σj (Rj x Qj x WSIj)

Onde:

- I e j correspondem, respectivamente, pontos de retirada e liberação de água no meio ambiente
- Wi Rj e correspondem, respectivamente, às quantidades de água retiradas e liberadas no meio ambiente (em m3)
- Qi e Qj são os fatores de qualidade de água retirada e liberada
- WSI é um índice de estresse hídrico regional

Caso tenha interesse em conhecer esta calculadora, a Veolia Water disponibiliza neste site para uso. Porém é preciso efetuar um cadastro. O site está em inglês.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Como transformar camiseta usada em sacola de mercado

Uma importante dica, em tempos de racionamento de sacola plástica de supermercado, é a transformação de camiseta usada em uma criativa sacola.

O passo a passo é simples, conforme mostra a imagem abaixo. A aparência da futura sacola vai depender da criatividade de cada um e, principalmente, do tecido escolhido.

Feita esta transformação agora é só ir ao supermercado, feira ou padaria de forma sustentável, protegendo o meio ambiente das sacolas plásticas, que como é sabido, demoram centenas de anos para se decompor na natureza.


terça-feira, 22 de maio de 2012

Veja como prevenir sintomas de gripe ou resfriado

Foto: Google Imagens
Durante as estações intermediárias, como primavera ou outono, os casos de gripe ou resfriado têm sido mais frequentes. Isto porque costumamos ficar em ambientes fechados para nos proteger da chuva ou do frio e também porque nos alimentamos com poucas frutas e verduras, ou seja, temos uma alimentação não equilibrada.

Alguns cuidados podem ser tomados no dia a dia, em pequenas atitudes para que o vírus da gripe, sobretudo o H1N1, fique longe de nosso organismo.

  1. O primeiro passo é sempre lavar as mãos depois de ir ao banheiro, pegar ônibus (quando ficamos apoiados nas barras de ferro), ou cumprimentamos muitas pessoas. Depois de espirrar também é recomendada esta medida;
  2. Evitar locais fechados e com pouca ventilação ou luz solar;
  3. Lavar bem os alimentos;
  4. Fazer exercícios (sempre com recomendação médica);
  5. Descansar, ter uma boa noite de sono;
  6. Ingerir pelo menos um litro de líquido por dia.

Além destas pequenas ações no dia a dia, é sempre bom ter em casa ou no trabalho álcool em gel, pois nas ocasiões onde não se pode lavar as mãos, o álcool faz o mesmo efeito.

Cuidados como estes são essenciais, uma vez que na semana passada foi registrado o primeiro caso de Gripe A em Joinville. Com este, é o oitavo caso confirmado de Santa Catarina em 2012.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Primeira reunião do grupo gestor do projeto EcoProdutos foi nesta 6ª feira


Foto: Leandro Schmitz

O primeiro encontro de definições do grupo gestor do projeto EcoProdutos aconteceu nesta sexta-feira (18/05), na agência do Banco do Brasil do bairro Iririú, em Joinville. Este grupo é formado pela Fundamas (Fundação Municipal Albano Schmidt), Ong Oscip Impacto Social, Rotary Clube Leste e o Banco do Brasil. A ação consiste na produção de bolsas ecológicas, aventais e outros produtos feitos a partir de tecido de sombrinhas e lonas de banners usados. “O projeto nasceu de um trabalho realizado por um grupo de senhoras do bairro Costa e Silva. Elas nos procuraram para ajudá-las a profissionalizar o negócio”, explica a presidente da Impacto Social, Sandra Regina Sievert.

A Fundamas vai entrar neste processo com a capacitação das mulheres na costura. As máquinas serão adquiridas por meio do Banco do Brasil e o Rotary Leste, juntamente com o Consulado da Mulher, devem ser apoiadores na busca de materiais para captação de água de chuva. “Nossa maior preocupação é com o meio ambiente, uma vez que a matéria prima deverá passar por um processo de lavagem constante antes da montagem”, afirma Sandra.

Na primeira reunião do grupo ficou definida a função de cada instituição na prática deste projeto. De acordo com o gerente do Banco do Brasil, agência Iririú, Ricardo Tupich, este apoio faz parte do Projeto de Desenvolvimento Sustentável do banco: “Procuramos desenvolver uma determinada comunidade para que ela seja sustentável tanto economicamente quanto ecologicamente”.

Um próximo encontro deverá ser realizado nas próximas semanas para definir o local onde as costureiras irão efetuar os trabalhos e seu aspecto burocrático, como a criação de uma cooperativa ou associação.



sexta-feira, 18 de maio de 2012

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Sacolas Plásticas: Vilãs ou Essenciais?


Foto: Google Imagens


Uma ampla discussão sobre o uso das sacolas plásticas no comércio em geral tem sido feita há alguns anos, sobretudo depois que este uso foi banido, em 2011, na maior cidade do país: São Paulo. Em Joinville o uso de sacolas retornáveis ou alternativas à sacola plástica ainda é tímido. Alguns supermercados incentivam o uso da retornável reduzindo em R$0,03 o valor geral das compras.

Mas a grande dúvida é: o fato de usar a sacola de supermercado como embalagem de lixo é ou não é uma atitude sustentável? De acordo com o Instituto Akatu não. O presidente do Instituto, Helio Mattar, defende que o uso de sacos grandes de lixo, ainda que sejam igualmente de plástico, são usados com menor frequência e, sua maior compra por parte dos consumidores, iria baratear o custo, que hoje é elevado.

Já os fabricantes de plásticos defendem que o material usado na fabricação destas sacolas é muito mais biodegradável do que há alguns anos. Portanto seu uso estaria "liberado".

O que fazer então? É certo que uma mudança de hábito é mais difícil. A dona de casa precisa mudar a rotina dentro da residência, separando o lixo reciclável do orgânico e reduzindo gradativamente os sacos plásticos em uma semana. Isto leva tempo, mas é possível.

O que fica nesta discussão é a intenção de reduzir este tipo de material nos aterros sanitários. Afinal, para utilizar as sacolas plásticas como embalagem de lixo é necessário uma quantidade maior delas. Enquanto que a mesma quantidade de lixo pode ser descartada em um saco maior, diminuindo consequentemente o plástico no meio ambiente.

Por outro lado, a indústria de sacolas retornáveis tem avançado, produzindo materiais criativos e variados, porém com um custo ainda salgado para a maioria da população absorver. Alguém precisa pagar a conta da preservação ambiental, mas quem?

Está errado quem acha que em grandes centros urbanos a reciclagem é quase impossível. A cidade de São Francisco, no estado californiano dos Estados Unidos, possui pouco mais de 800 mil habitantes e é considerada a cidade mais verde da América do Norte. Lá, perde-se muito pouco e reaproveita-se muito. Enquanto isso, aqui no Brasil, a lição de casa está sendo feita a duras penas, distante do ideal.

Há quem diga também que esta é uma questão cultural. Até faz sentido, pois enquanto sofás e televisores forem jogados em valas comuns, sem levar em conta a reciclagem, o país fica cada vez mais longe da sustentabilidade. O mundo mais sustentável depende de cada cidadão e não somente de políticas públicas.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Livraria Midas é parceira no Projeto Coleta de Metalizados

A Livraria Midas, empresa joinvilense e também conhecida como "Armazém Cultural", é a nova apoiadora do Projeto Coleta de Embalagens Metalizadas,  da Ong Oscip Impacto Social.

Semanalmente é recolhido das lojas Midas, em Joinville, uma quantidade de material reciclável e, entendendo a importância deste projeto para a preservação do aterro sanitário municipal, a equipe da Midas está apoiando esta ideia.

Se você, empresário, também quiser apoiar esta iniciativa, entre em contato conosco pelo telefone (47) 3433 2783. Ou ainda acesse nosso site e saiba mais sobre este projeto, que já recolheu mais de 3 toneladas de embalagens metalizadas em Joinville. Ou seja, esta quantia deixou de ir para o aterro.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Bolsa de Valores Socioambientais cadastra projetos de Ongs brasileiras


A Bolsa de Valores Socioambientais (BVSA), programa da BM&FBOVESPA, recebe até hoje (15) as inscrições de organizações interessadas em listar seus projetos na plataforma de doação. Podem participar do processo de seleção ONGs com pelo menos três anos de constituição jurídica e com projetos orçados em valores de R$ 30 mil a R$ 100 mil.

As entidades interessadas precisam apresentar projetos voltados aos oito temas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU): erradicar a extrema pobreza e a fome; atingir o ensino básico universal; promover a igualdade de gênero e a autonomia das mulheres; reduzir a mortalidade infantil; melhorar a saúde materna; combater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças; garantir a sustentabilidade ambiental; estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento.

Após a inscrição, uma equipe da BVSA avalia, com base em critérios técnicos, as organizações que passarão para a segunda fase do processo de seleção, que inclui a visita de um especialista ao projeto. Na última etapa, um comitê, formado por um membro do Instituto BM&FBOVESPA, um membro da BM&FBOVESPA e um membro externo, analisam os pareceres técnicos elaborados pelos especialistas para definir quais projetos serão listados na BVSA. Uma vez aprovados, eles serão publicados no portal da BVSA em outubro.

A Bolsa de Valores Socioambientais (BVSA) é um programa de captação de recursos financeiros para projetos de ONGs brasileiras, que disponibiliza uma plataforma de doação no portal e se diferencia pela segurança, conveniência e transparência. Desde sua criação, o sistema já arrecadou mais de R$12 milhões, destinados a 119 projetos. Os recursos captados são repassados integralmente pela BM&FBOVESPA às organizações.

Criada em 2003, a BVSA conta com o apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), o reconhecimento da ONU como estudo de caso e inspirou outras Bolsas, como a de Johanesburgo (África do Sul) e Lisboa (Portugal), que apoiam estruturas similares.

A Ong Oscip Impacto Social cadastrou seu projeto "Coleta de Embalagens Metalizadas", em andamento desde abril do ano passado em Joinville.
Com informações de Ciclo Vivo

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Rio+20 terá roteiro digital


Dentro de duas semanas, já deverá estar disponível na internet o roteiro cultural Museus Rio+20, que está sendo elaborado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

Na última quinta-feira (9), foram encerradas as inscrições de atividades para serem incluídas no roteiro, que também será impresso e distribuído durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que será realizada de 13 a 22 de junho na cidade do Rio de Janeiro.

Mais de 50 instituições, entre museus e centros culturais, atenderam ao chamamento do Ibram e cadastraram suas programações para o período da conferência. Além dos localizadas na região metropolitana do Rio, farão parte do roteiro cultural espaços situados em municípios do interior fluminense, como Petrópolis, Araruama, Campos e Paraty. Entre exposições, oficinas, seminários, visitas guiadas e apresentações musicais, cerca de 160 atividades estarão relacionadas.

De acordo com o presidente do Ibram, José do Nascimento Junior, o roteiro terá versões em português, inglês e espanhol e vai abranger também eventos não necessariamente voltados para os temas em discussão na Rio+20. No entanto, segundo ele, muitas dessas instituições estão preparando ações específicas para o período. “A ideia é oferecer uma pauta para os interessados nesse tema, no momento em que o Rio de Janeiro e o nosso país recebem a visita de várias delegações estrangeiras, que poderão usufruir desta agenda cultural importante”, explicou.

Entre as instituições diretamente vinculadas ao Ibram, terão programação específica para a Rio+20 o Museu da República, localizado no Catete, vizinho ao Parque do Flamengo, onde ocorrerá a Cúpula dos Povos, evento paralelo à Conferência da ONU; o Museu Imperial, de Petrópolis, e o Museu do Açude, que fica na Floresta da Tijuca. Este último será devolvido à população carioca no próximo dia 20, após obras de restauração, dentro da programação da Semana Nacional de Museus, que começa nesta segunda-feira (14) em todo o país.

O roteiro cultural da Rio+20 será disponibilizado no site do próprio Ibram.
Fonte: Info

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Tempestade solar deve atingir a Terra nos próximos dias


Foto: Google Imagens/Nasa

Novas movimentações na superfície do Sol devido a uma grande mancha solar vão produzir fortes explosões solares nos próximos dias. Segundo o Observatório de Dinâmica Solar (SDO), da Nasa, as tempestades provocadas por essa atividade solar devem atingir a Terra nos próximos dias.

Essa intensa movimentação está relacionada com as manchas solares, regiões onde há uma redução de temperatura e pressão das massas gasosas no Sol, relacionadas ao seu campo magnético. Quanto maior sua quantidade, maiores são as interferências na ionosfera terrestre, onde ficam as ondas de rádio, por exemplo.

A mancha solar AR 1476 foi detectada por telescópios espaciais em 5 de maio. Ela tem 100 mil quilômetros e consegue desencadear uma série de explosões solares sobre a superfície do Sol.

Portanto, as tempestades solares que alcançarem a Terra nos próximos dias por causa da mancha AR 1476 devem afetar o campo magnético do planeta. Isso pode alterar o funcionamento de satélites de comunicação e provocar auroras boreais, entre outros efeitos. Porém, não traz consequências diretas aos humanos.

Vale destacar que o Sol tem ciclos de atividade de 11 anos, com períodos mais intensos. Especialistas dizem que a atual temporada de tempestades é a mais intensa desde setembro de 2005.

Somente em janeiro, foram detectadas duas erupções em um período de quatro dias seguidos por ondas com bilhões de toneladas de plasma viajando pelo espaço em direção a Terra com uma velocidade de 8 milhões de km/h. Porém, segundo a Nasa, o auge desse período deve ser no segundo semestre de 2013.
Fonte: Info


quinta-feira, 10 de maio de 2012

Impacto Social fecha mais uma parceria com a Fundamas


Reunião na Fundamas para fechar a parceria.
Foto: Leandro Schmitz

A ação que o Banco do Brasil está adotando em alguns bairros de Joinville, chamada de “Desenvolvimento Regional Sustentável”, ganhou nesta semana mais uma parceria: a da Fundamas (Fundação Municipal Albano Schmidt). Desta vez, o trabalho será voltado ao Projeto EcoProdutos, que transforma lona de banners usados, tecidos de sombrinhas e guarda-chuvas em vários utensílios para o dia a dia.

A Ong Oscip Impacto Social, autora deste projeto, procurou a Fundamas para fazer parte do trabalho, capacitando a comunidade na arte da Costura. Por exemplo: para reaproveitar o tecido de uma sombrinha e transformá-lo em sacolas retornáveis, é necessário usar técnicas específicas. A Fundamas já tem parceria com a Impacto Social no reaproveitamento de lona de banner, portanto agora esta ação vai ser aprimorada.
Na prática, o projeto EcoProdutos vai receber o apoio financeiro do Banco do Brasil e gerar renda para cerca de 20 famílias joinvilenses. A intenção é, com o tempo, ampliar para toda a cidade. “Teremos agora duas linhas de trabalho com o Banco do Brasil, uma na zona sul, descobrindo a necessidade de capacitação destas pessoas e no projeto EcoProdutos, que já está estruturado e com metodologia definida”, pontua a gerente de Ensino da Fundamas, Elisabete de Sousa Mendes.

Matéria prima não deve faltar, pois as oito Associações de Recicladores de Joinville, parceiras neste projeto, recebem por semana, em média, 170 sombrinhas ou guarda-chuvas, por meio da coleta seletiva. Já no reaproveitamento de lona de banner, já foram feitos mais de 50 aventais a partir deste material, que agora está sendo usado como equipamento de proteção individual pelos separadores de recicláveis.

Outras instituições também estão apoiando esta ideia, como o Rotary Clube Leste e as Associações de Recicladores. O Consulado da Mulher também deve estar presente. Sua participação deverá ser confirmada nos próximos dias.

“Para nós estas parcerias são importantes, porque ao unir forças conseguimos diminuir cada vez mais a quantidade de material encaminhado ao aterro sanitário”, comemora a presidente da Ong Oscip Impacto Social, Sandra Regina Sievert.


Entenda o Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS)

Esta é uma estratégia que o Banco do Brasil está levando a todo o país, buscando impulsionar o desenvolvimento sustentável das regiões onde estiver presente. As ações são mobiliadas por parcerias, que contribuem para a geração de trabalho e renda e na adoção de práticas que permitam um salto de qualidade nos indicadores de desenvolvimento social e ambiental.


quarta-feira, 9 de maio de 2012

Fundamas Casa Brasil Sul abre novas vagas para cursos rápidos


Nesta semana a Fundamas Casa Brasil Sul, localizada no bairro Jarivatuba, está matriculando novas turmas. Ao todo são quatro áreas do conhecimento: Gastronomia, Educação, Beleza e Dança. Os cursos são bimestrais, com exceção de Danças Urbanas, que é semestral. Tudo é gratuito, reforçando o papel de cidadania da Fundamas Casa Brasil.

O curso “Oficina da Beleza” é voltado às técnicas de maquiagem e embelezamento. São 16 vagas e as aulas serão ministradas às terças e quartas-feiras nos períodos matutino e vespertino.

O curso de “Gastronomia”, com foco do reaproveitamento de alimentos, oferece 10 vagas. As aulas são à noite e todas as quintas-feiras.

Para quem está com dificuldade no conteúdo escolar, a Fundamas Casa Brasil também oferece o curso de “Reforço Escolar”. Ao todo são 20 vagas, distribuídas em duas turmas: uma de manhã e outra à tarde, sempre às terças e quintas-feiras.

Já os amantes da dança podem conferir a oficina de “Danças Urbanas”, um projeto do Simdec (Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura) e ministrado pelo grupo “Maniacs Crew”, premiado em 1º lugar na categoria do 29º Festival de Dança de Joinville. As aulas acontecem às sextas-feiras, no período noturno.

Os interessados devem efetuar suas matrículas na Fundamas Casa Brasil Sul (rua Monsenhor Gercino, 5.189 – Jarivatuba), levando 1kg de alimento não perecível, que será utilizado pelo curso de Gastronomia. Quem for menor de idade deve ir acompanhado dos pais ou de um responsável. Mais informações, ligue: (47) 3466 2436.

O que: Matrículas para novas turmas na Fundamas Casa Brasil Sul
Onde: rua Monsenhor Gercino, 5.189 – Jarivatuba
Quanto: Matrícula – 1kg de alimento. Mensalidade: Gratuita
Início das aulas: Terça-feira – 15/05

terça-feira, 8 de maio de 2012

Impacto Social será candidata a membro no Conselho da Cidade de Joinville

A Ong Oscip Impacto Social será uma das candidatas a membro, representando a sociedade civil, no Conselho da Cidade em Joinville. A audiência para eleger nova representatividade será nesta terça-feira, às 19h30, na Câmara de Vereadores. A intenção é, com isso, aumentar a representatividade da sociedade civil no Conselho, que ajuda a elaborar as políticas públicas e sustentáveis da maior cidade do estado. Hoje o poder público tem 50% dos votos, mas passará a ter 40%. Os 60% restantes serão compostos por Ongs, Associações e pessoas físicas que queiram fazer parte deste planejamento.

A votação da nova representação será na noite desta terça-feira e o mandato será de três anos. A Ong Oscip Impacto Social quer fazer parte deste conselho porque entende que políticas ambientais e sustentáveis precisam ser discutidas por quem entende do assunto e será atingido por estas questões diretamente. A maior representatividade da sociedade civil só vem a somar com isso, pois democratiza as decisões a médio e longo prazos.

"Já fazemos parte de organizações sociais como o Rotary e temos bons parceiros em nossas ações, agora queremos aumentar nossa participação na cidade, cumprindo nossa missão de causar bons impactos na vida das pessoas", defende a presidente da Ong, Sandra Regina Sievert.

A audiência também vai abrir espaço para sugestões que podem compor a nova regulamentação do Conselho da Cidade

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Impacto Social vai participar do Bazar de Usados no Jardim Paraíso

Foto: Google Imagens
Já está agendado para o domingo, dia 20 de maio, um Bazar de Usados no bairro Jardim Paraíso. O evento vai auxiliar na construção de uma escola, além de levar diversos serviços sociais à comunidade do bairro.

A Ong Oscip Impacto Social vai participar desta ação, dando dicas de reciclagem, instruindo as pessoas sobre separação correta de lixo em casa,  além de vender produtos artesanais feitos a partir de recicláveis.

No dia haverá serviço social como confecção de carteira de identidade, serviços de beleza e higiene, aconselhamento jurídico e psicológico, distribuição de doces e cachorro quente.

Vai agendando aí: Bazar de Usados, com muita coisa bacana e até nova, no Jardim Paraíso! Se você quiser doar algo para o bazar, desde eletrônico até roupas, entre em contato com a Obras Sociais Bezerra de Menezes, organizadora deste evento. O telefone é: (47) 3804 0365.


Serviço

Quando: dia 20/05 - domingo
Horário: das 14h às 18h
Onde: Escola Municipal Sylvio Sniecikovski (Av. Jupiter, 1753 - Jd. Paraíso)

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Parque do México transforma cocô de cachorro em WiFi


Foto: Google Imagens

Parece piada de 1° de abril, mas dez parques públicos da Cidade do México resolveram incentivar seus frequentadores a recolher a sujeira dos seus cachorros. Para isso, o usuário só precisa recolher as fezes do cão e depositar no lixo. A recompensa: WiFi gratuito.
Poo Wifi, iniciativa do portal de notícias Terra em parceria com a agência de publicidade DDB, tem como objetivo instalar lixeiras hightech pelos parques mexicanos. Elas têm um dispositivo capaz de reconhecer quando recebem lixo. A partir disso, as lixeiras liberam conexão com a internet para todos que estão no parque.
A lixeira calcula a quantidade de WiFi por minutos. Logo, quanto mais cocô você jogar no lixo, terá mais minutos de conexão com a internet. Para completar, a lixeira distribui sacos plásticos para você usar na hora de recolher as fezes do seu cãozinho.
Porém, a lixeira não consegue identificar qual o tipo de lixo depositado. Portanto, qualquer resíduo jogado lá gera internet grátis. De qualquer forma, mesmo que não seja cocô, o que for depositado na lixeira pode ser considerado lixo, o que ajuda a manter a cidade limpa.
Fonte: Info

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Impacto Social lança novo serviço para Joinville

Arte de adesivo distribuído na 1ª campanha
da água da Impacto Social
A Ong Oscip Impacto Social lança mais uma ação a ser implantada em Joinville. Trata-se de um novo serviço para a maior cidade do estado: Consultoria Ambiental voltada aos condomínios residenciais, industriais, escolas e prédios de grande circulação de pessoas.

A intenção é envolver os moradores e frequentadores de um determinado local em uma nova política de resíduos (lixo) e também do uso da água. "Por meio de palestras, dicas e consultoria ambiental, é possível reduzir o consumo de água nos prédios e organizar melhor a separação do lixo. Hoje, a grande maioria dos edifícios não possui regras adequadas e alguém acaba pagando por isso", explica a presidente da Ong, Sandra Regina Sievert.

O problema tornou-se evidente depois de um ano de trabalho junto às Associações de Recicladores da cidade. O grupo tem a função de separar o que tem valor comercial para venda e sustento próprio e o que deve ir ao aterro sanitário. Muitos dos sacos de lixo, mesmo sendo recolhidos pela Coleta Seletiva, ainda contém lixo orgânico ou estão misturados com outras substâncias. Em certos casos, o material acaba perdendo a viabilidade de reciclagem por estar contaminado com outras composições.

Diariamente o cidadão cria uma "consciência virtual" de que está salvando o planeta, separando o lixo em casa. Porém, acaba não fazendo da forma correta, resultando em perda de tempo e aumento de resíduos sendo descartados no aterro sanitário, que como é sabido, tem tempo de vida útil reduzido.

Assim, a proposta da Ong Oscip Impacto Social é ir ao centro do problema: dentro das casas. Inicialmente a Consultoria Ambiental será direcionada aos condomínios, locais de grande circulação e/ou concentração de pessoas, depois o trabalho poderá ser feito nas residências. Lojas e indústrias também poderão solicitar este serviço.

Paralelamente à política de gestão de resíduos, a Consultoria Ambiental vai abordar o consumo consciente da água. Não só sugerindo dicas de economia no dia a dia, mas orientando sobre novas tecnologias verdes, como sistemas alternativos de captação de água de chuva. Joinville, por ter alto índice pluviométrico, é privilegiada neste sentido, basta as pessoas terem o devido conhecimento e perceberem na prática a diferença.

Os síndicos e demais interessados em conhecer este trabalho da Impacto Social podem entrar em contato com o telefone: (47) 3433 2783. Ou ainda por e-mail: sandra@ongimpactosocial.org.


Projeto é citado pelo Jornal A Notícia

A Ong Oscip Impacto Social foi citada no jornal A Notícia desta quinta-feira (3/05) como incentivadora da economia no consumo de água em Joinville. A reportagem desta edição traz a informação de que nos últimos anos aumentou o consumo na cidade. Ainda assim, existem organizações, como a Impacto Social, que incentivam por meio da educação, o consumo consciente. Em um ano e meio de atuação na cidade, a equipe já contabiliza duas Campanhas da Água. Saiba mais no nosso site: http://ongimpactosocial.org/

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Reunião da Ong Oscip Impacto Social é nesta quarta-feira

É nesta quarta-feira, às 19h30, nossa reunião. Será a oportunidade de a comunidade conhecer nossas atividades e se inteirar mais a respeito das ações desta organização. Para você que procura uma atividade voluntária ou dedicar-se a uma ação social, chegou sua oportunidade! Venha para nossa reunião, tome um café conosco e faça novas amizades!

Agende-se

O que: Reunião Ong Oscip Impacto Social com presença de convidados
Onde: Auditório do Laboratório Werner (em frente ao Hospital Regional, no Boa Vista)
Quando: quarta-feira, dia 2/05, às 19h30